ICM pretende regular comércio trans-fronteiriço de produtos agrícolas

Published in Economia
segunda, 10 setembro 2018 09:27
Rate this item
(0 votes)

O Instituto de Cereais de Moçambique, ICM, pretende regular o comércio trans-fronteiriço de produtos agrícolas, para combater a saída desenfreada da produção nacional para os países vizinhos. 

 

 Para o efeito, o Instituto de Cereais busca parcerias que possam investir na cadeia de comercialização agrícola, nas zonas transfronteiriças do país.

Segundo o director-geral do ICM, Momed Valá, a medida pretende valorizar o trabalho dos produtores nacionais e incrementar a sua renda.

“Uma das vertentes importantes é olhar o movimento do comércio trans fronteiriço e sabemos que está isto mapeado, estamos a falar de algumas zonas de Manica, sobretudo zonas da fronteira com a Malawi, que é um calcanhar de Aquiles. Isto abrange distritos como Mandimba, Cuamba, Tsangano e Ulóngwè, ainda não temos a mobilização efectiva de recursos, mas a longo do período vamos fazer”, disse o director-geral do ICM, Momed Valá. ( RM)

Read 318 times

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Sunny

28°C

Maputo, MZ

Sunny

Humidity: 58%

Wind: 35.40 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco