Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Investigar e usar línguas nacionais nas instituições

Published in Cultura
quinta, 24 maio 2018 07:43
Rate this item
(0 votes)

A adopção das línguas nacionais no ensino e do seu uso pelos serviços públicos e privados exige dos investigadores um estudo permanente das mesmas, bem como a actualização constante das dinâmicas que nelas se assistem.

Este repto foi lançado ontem pela Ministra da Educação e Desenvolvimento Humano, Conceita Sortane, durante a abertura do IV Seminário sobre Padronização da Ortografia de Línguas Moçambicanas, evento que decorre na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Maputo.
Cabe ainda aos investigadores, disse Sortane, proceder ao levantamento e aprimoramento do seu vocabulário, da sua descrição, bem como a explicação da sua gramática e, ainda, a padronização da sua ortografia, que é o garante da sua cientificidade e consequente evolução.
Ciente da importância de um seminário desta dimensão, que junta várias personalidades com interesse na matéria, a governante espera que o encontro seja um epicentro de aprimoramento e harmonização do código da escrita, “tendo em conta as diferentes especificidades que os sistemas de sons das nossas línguas apresentam, para a consolidação da escrita nas nossas línguas.”
A ministra quer ainda que os resultados do seminário venham a impulsionar, cada vez mais, o papel que as línguas moçambicanas ocupam, especificamente no domínio da educação, administração pública, justiça, comunicação social, entre outros.
Até porque, anota a governante, o sucesso do ensino bilingue, em franca expansão em vários pontos do país, depende, em grande medida, do estabelecimento e padronização de normas de escrita das línguas moçambicanas.
“É importante que os investigadores aconselhem o Governo sobre a política linguística mais apropriada e inclusiva a ser adoptada, para que mais concidadãos nossos possam participar na vida política, social e económica, contribuindo activamente para o desenvolvimento do país.”
Com efeito, Conceita Sortane anota que o reconhecimento dispensado às línguas moçambicanas, pelo relevante papel que exercem na dinâmica do desenvolvimento a todos os níveis, é reconhecido pelo Estado, fazendo-o constar, primeiro, na Constituição da República de Moçambique de 1990, especificamente no número 2, do artigo 5, onde refere que “O Estado valoriza as línguas nacionais e promove o seu desenvolvimento e utilização crescente como línguas veiculares e na educação dos cidadãos.”
O mesmo valor foi, posteriormente, consolidado na Constituição da República de Moçambique de 2004, que, no seu artigo 9, realça que “o Estado valoriza as línguas nacionais como património cultural e educacional e promove o seu desenvolvimento e utilização crescente como línguas veiculares da nossa identidade.”
Esta acção reafirma, segundo a ministra, a contribuição das línguas moçambicanas na formação e consolidação da identidade moçambicana e, paralelamente, criando condições necessárias para a sua promoção.
Já o Reitor da Universidade Eduardo Mondlane, Orlando Quilambo, quer que este fórum continue representando a plataforma ideal de sugestão de soluções para os desafios que o país ainda enfrenta no capítulo das línguas moçambicanas.
Considerando ser esta uma plataforma ideal de reflexão sobre os passos a dar, Orlando Quilambo anota que o mesmo deve servir para cimentar as bases que possam levar Moçambique a estar no mesmo nível que outros país da região austral de África que usam as línguas bantu, como meio de instrução e de disseminação da ciência.
Por seu turno, o representante da UNESCO em Moçambique, Djaffar Moussa-Elkadhum, desafiou os membros do Parlamento e das assembleias provinciais a usarem as línguas moçambicanas nas suas sessões. (RM /Notícias)

Read 884 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Música e Dança moçambicanas na Ilha Reunião

Música e Dança moçambicanas na Ilha Reunião

A Companhia Nacional de Canto e Dança, o maior e melhor projecto cultural moçambicano concebido no p...

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Windy

23°C

Maputo, MZ

Windy

Humidity: 67%

Wind: 61.15 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco