Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Puigdemont renuncia à liderança da Generalit catalã. Sugere Jordi Sànchez

Published in Política
sexta, 02 março 2018 08:20
Rate this item
(0 votes)

O antigo presidente do governo catalão descarta a possibilidade de apresentar-se na investidura.
Num vídeo divulgado na tarde desta quinta-feira na sua página do Twitter, Carles Puigdemont renunciou à presidência da Generalitat. No vídeo intitulado de 'Mensagem Institucional do presidente da Generalitat da Catalunha', Puigdemont explica que não vai apresentar-se para a investidura, o ponto indispensável para que assumisse a liderança do governo catalão. Na mensagem, Carles Puigdemont sugere o nome de Jordi Sànchez, o número dois do seu partido, o Juntos pela Catalunha, para ocupar o cargo de presidente da Generalitat. Sànchez que, convém referir, está em prisão preventiva há quatro meses acusado de sedição.
No vídeo, Puigdemont diz que informou Roger Torrent, o presidente do parlamento catalão, que de forma "provisória" não vai apresentar a sua candidatura à presidência.
"Pedi-lhe para começar o mais rapidamente possível a sua ronda de contactos com os grupos parlamentares para proceder à eleição de um novo candidato para a presidência de um governo autónomo".
De seguida, Puigdemont propõe Sànchez. "Ele é o número dois da nossa lista e representa os valores do Juntos pela Catalunha como mais ninguém e é um homem de paz, injustamente preso". O antigo presidente catalão destaca que a candidatura de Jordi Sànchez "é a única maneira de acordar um governo nas condições actuais".
Puigdemont afirma ainda que vai "empreender uma ofensiva jurídica e política a nível internacional. Nesse sentido adianta que, nesta terça-feira, uma equipa de advogados apresentou em seu nome "uma acção judicial contra o estado espanhol perante a Comité de Direitos Humanos da ONU". Em causa está uma "demanda pela violação da Declaração Universal dos Direitos Humanos e da Carta dos Direitos Civis e Políticos, instrumentos que reconhecem expressamente o direito à autodeterminação".
Pede ainda às forças pró-independência para não desistirem. "Nós, catalães, merecemos ser tratados com dignidade e isso não acontece hoje". E acredita que essa persistência irá colher frutos. "Tenho plena confiança de que vamos ganhar e que um dia, espero que em breve, possa voltar à Catalunha como um homem livre e que as nossas instituições também tenham a liberdade para investir o candidato escolhido pela maioria".(RM /NMinuto)

Read 317 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Músicos defendem continuação da venda de discos e CD’s

Músicos defendem continuação da venda de discos e CD’s

Apesar do avanço da tecnologia, há, ainda, quem aposta na criação de plataformas de música não digit...

Sociedade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Clear

20°C

Maputo, MZ

Clear

Humidity: 89%

Wind: 12.87 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco