Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Filme moçambicano seleccionado para o Festival Internacional de Cinema de Zanzibar 2018

Published in Cultura
quinta, 31 maio 2018 09:34
Rate this item
(0 votes)

Depois de prémiado com a Menção Honrosa, no Festival Internacional do Filme Etnografico do Recife, no Brasil, a Longa Metragem: Uma Memória em Três Actos, do realizador Inadelso Cossa, é seleciondo para o festival internacional de Cinema de Zanzibar, na Tanzania.

 

O festival acontecerá em vários locais em Stone Town Zanzibar de 7 a 15 de Julho de 2018.

Este ano registrou um número recorde de inscrições em todas as categorias, com mais de 4.000 filmes enviados pelas várias plataformas de entrada. Este ano também viu um aumento acentuado na quantidade de documentários apresentados, com mais de 800 sendo inscritos para consideração.

Com quase 400 apresentações sendo enviadas e mais de 2.400 curtas-metragens também sendo submetidas, o processo de seleção para 2018 foi extremamente difícil.

De Moçambique a longa metragem Uma Memoria em Três Atos é um dos filmes selecionados para a competição oficial na categoria Documentário.

Também foram recebidas inscrições de todo o mundo com submissões de mais de 140 países, com os EUA e a Índia liderando o número de inscrições.

Cineastas da África Oriental também mostraram um interesse incrível no ZIFF, com cineastas ugandenses enviando 55 filmes, 54 do Quênia e da Tanzânia 31 filmes foram inscritos.

Os filmes em seleção cruzam um amplo espectro de tópicos e gêneros e representam mais de 40 países com uma forte representação africana.

Os filmes em competição são de países como Tanzânia, Quênia, Uganda, Ruanda, África do Sul, Nigéria, Serra Leoa, Iraque, Saara Ocidental, Níger, Irã, Estados Unidos, França, Gana, Bélgica, Tunísia, Suazilândia, Índia, Reino Unido e muito mais.

O diretor do Festival, Fabrizio Colombo, disse o seguinte sobre o processo de seleção:

“O grande número de inscrições de filmes para o ZIFF 2018 foi uma surpresa. É gratificante ver o quanto o nosso Festival está crescendo e está atraindo tantos cineastas ao redor do mundo, mas especialmente do nosso continente. Nós tentamos ficar perto do nosso tema para este ano, celebrando a coragem de muitos cineastas que estão dizendo a verdade e falando por uma mudança positiva neste mundo.

Certamente, alguns filmes selecionados irão abalar os sistemas de energia e mentalidades antigas e é disso que se trata o cinema, desafiando percepções e imaginando um mundo diferente. Finalmente, fico feliz em ver a potencialidade da indústria cinematográfica na África Oriental sendo atualizada, e devo mencionar particularmente a criatividade de jovens cineastas tanzanianos que, através de seus curtas-metragens, estão realmente mostrando a nova onda de cinema na Tanzânia. Convidamos todos os amantes do cinema a se juntarem a nós este ano em Zanzibar! ”

A longa metragem: Uma Memória em Três Atos do realizador Inadelso Cossa é um ensaio poetico pos colonial que explora as narrativas dramaticas da memória colectiva e do trauma pos colonial onde personagens anónimos da historia fazem uma jornada em busca da terapia para se exorcizarem do fantasma colonial e encontrar uma possivel reconciliação com o passado hoje.

Num estilo hibrido experimental entre a ficção e o documentário o filme propõe um retrato contemporaneo da historia de moçambique em tres Atos.

Inadelso Cossa é um Realizador, Director de fotografia e Produtor moçambicano.

É autor do aclamado filme Xilunguine, A Terra Prometida vencedor do premio Estação Imagem Mora para melhor documentario no FIKE - Festival Internacional de Curtas Metragens de Evora em 2013 e prémio do júri no Festival do filme etnográfico do Recife alêm de ter participado em festivais como Berlinale, Locarno e Veneza! O filme uma Memória em Três Atos é a seu primeiro documentário de longa metragem.

E o ultimo da sua trilogia sobre a “O exercicio de memória”. Iniciado em 2010 com o filme Xilunguine – A Terra Prometida.

De referir que O filme foi premiado com a Menção Honrosa no Festival do Filme Etnografico do Recife no Brasil e ja passou por  festivais como o IndieLisboa – Festival do cinema Independente de Lisboa 2017 em Portugal e IDFA-Festival Internacional de documentários de Amsterdão na Holanda, Festival onde o filme fez a sua estreia Mundial. foi premiado com a Menção Honrosa no Festival. (RM)

Read 773 times Last modified on quinta, 31 maio 2018 10:39

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Mostly Cloudy

21°C

Maputo, MZ

Mostly Cloudy

Humidity: 87%

Wind: 17.70 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco