Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Biodiversidade deve estar no "coração das decisões políticas"

Published in Política
terça, 19 junho 2018 07:49
Rate this item
(0 votes)

A biodiversidade deve estar "no coração das decisões" políticas, defendeu esta terça-feira Cristiana Pasca Palmer, que dirige a Convenção sobre a Diversidade Biológica, CDB, da Organização das Nações Unidas, ONU, quando os objetivos definidos para 2020 estão por garantir.

 

Em 2010, uma conferência da CDB, que resultou da Cimeira da Terra, realizada no Rio de janeiro em 1992, definiu, em Nagoya, no Japão, um programa com 20 pontos para parar a perda de biodiversidade até 2020.

Conhecidos como os 'objetivos de Aichi', visam, entre outros, promover a inclusão da biodiversidade nas estratégias nacionais, a extensão das áreas de conservação terrestres e marinhas, prevenir a extinção das espécies ameaçadas ou evitar a pesca excessiva e gerir as superfícies agrícolas de forma durável.

Mas, a dois anos do prazo, é obrigatório reconhecer o atraso no cumprimento dos objetivos.

Em alguns domínios, "houve progressos", mas "nem todos os objetivos vão ser atingidos", observou Palmer, secretária executiva da CDB desde 2017, durante uma passagem por Paris, em declarações à AFP.

O balanço definitivo vai ser feito por ocasião da 15.ª reunião dos Estado signatários da Convenção, prevista para a China, em 2020.

A plataforma intergovernamental científica sobre a biodiversidade, IPBES, deve publicar entretanto, em 2019, a sua avaliação da biodiversidade mundial, que não é atualizada desde 2005.

Palmer realçou que "2020 é um ano especial", uma vez que "então deve ser lançado o próximo quadro global para a biodiversidade".

Depois dessa data, "o que deve ser feito, antes de tudo, é colocar a biodiversidade no coração das decisões e da ação".

Actualmente, a biodiversidade é, em geral, abordada nos países através de um Ministério do Ambiente. Mas este tema, que afeta aspetos tão diversos como a saúde, o acesso à alimentação ou à água, deve ser considerado de maneira mais global, defendeu.

"A questão já não é o que, mas como" fazer para preservar a biodiversidade, quando se multiplicam os alertas em todo o mundo sobre o declínio dos seres vivos e o mau estado de alguns espaços naturais, acrescentou a antigo ministra do ambiente da Roménia.

"Temos uma janela temporal muito estreita" para agir, alertou. (RM-NM)

Read 465 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Showers

20°C

Maputo, MZ

Showers

Humidity: 89%

Wind: 40.23 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco