Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Erdogan acusa Israel de fascismo e Netanyahu ataca com "ditadura sombria"

Published in Mundo
terça, 24 julho 2018 19:44
Rate this item
(0 votes)

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse esta terça-feira que Israel é o país mais fascista e racista do mundo e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, respondeu-lhe que a Turquia está a tornar-se uma "ditadura sombria".

 

"Esta medida não deixou dúvidas de que Israel é o Estado mais sionista, mais fascista e mais racista do mundo", disse Erdogan num discurso para o seu grupo parlamentar, em Ancara, enquanto os deputados gritavam "Maldito seja Israel".

"O espírito de Hitler que levou o mundo a uma grande catástrofe voltou a florescer entre alguns líderes israelitas", afirmou Erdogan.

"Eu apelo ao mundo muçulmano, à comunidade cristã, a todos os países, organizações, organizações não-governamentais, jornalistas democráticos e defensores da liberdade em todo o mundo para passarem à acção contra Israel", acrescentou.

Uma lei adoptada na última quinta-feira pelo Parlamento israelita determina "o Estado de Israel como o Estado nacional do povo judeu, onde se aplica o seu direito natural, cultural, religioso e histórico", afirmando que "o direito de exercer a autodeterminação dentro do Estado de Israel é reservado exclusivamente ao povo judeu".

Na resposta, Netanyahu disse que "Erdogan massacra sírios e curdos e prende dezenas de milhares de turcos (...)".

"Sob o seu poder, a Turquia está a tornar-se uma ditadura sombria", sublinhou Netanyahu num comunicado.

"Israel defende consistentemente a igualdade de direitos de todos os cidadãos antes e depois da aprovação desta lei", acrescentou.

O Governo turco já havia criticado a lei na semana passada, acusando as autoridades israelitas de tentarem estabelecer um "estado de apartheid".

As declarações de Erdogan acontecem num clima de tensão entre Israel e a Turquia, que regularmente critica a política israelita em relação a palestinianos ou locais de culto muçulmano em Jerusalém.

Um sinal do péssimo estado das relações entre os dois países aconteceu em Maio, quando Ancara convocou o embaixador de Israel na Turquia a deixar o país provisoriamente.

Esta decisão foi tomada após a morte, três dias antes, de mais de 60 palestinianos, mortos por soldados israelitas, na fronteira com a Faixa de Gaza, e durante os protestos contra a transferência da Embaixada norte-americana, de Telavive para Jerusalém.

O Presidente turco, defensor ferrenho da causa palestiniana, acusou Israel de "terrorismo de Estado" e "genocídio".

Essa turbulência diplomática ameaça minar a frágil normalização das relações entre os dois países, conseguida após uma grave crise provocada por um ataque israelita a um navio de uma organização não-governamental turca que se dirigia à Faixa de Gaza em 2010. (RM-NM)

Read 299 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Música e Dança moçambicanas na Ilha Reunião

Música e Dança moçambicanas na Ilha Reunião

A Companhia Nacional de Canto e Dança, o maior e melhor projecto cultural moçambicano concebido no p...

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Windy

23°C

Maputo, MZ

Windy

Humidity: 67%

Wind: 61.15 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco