Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Presidente cessante do Mali é favorito na segunda volta das eleições

Published in Mundo
domingo, 12 agosto 2018 10:04
Rate this item
(0 votes)

Mais de 8,4 milhões de eleitores do Mali são chamados a votar, este domingo, na segunda volta das presidenciais, nas quais o Presidente cessante, Ibrahim Boubacar Keïta, é considerado favorito face ao líder da oposição, Soumaila Cissé.

Na primeira ronda, a 29 de Julho, os resultados apresentados pela presidente do Tribunal Constitucional, Manassa Danioko, mostraram o actual chefe de Estado, Ibrahim Boubacar Keita, também conhecido por IBK, como o mais votado, com 41,70% dos votos.
Cissé, que reuniu 17,78% dos boletins válidos, contestou estes resultados, alegando que não eram "verdadeiros ou credíveis".
A oposição, que acusou o poder de utilizar o clima de insegurança no país para manipular as eleições, apresentou vários recursos contra os resultados da primeira volta, mas foram rejeitados pelo Tribunal Constitucional.
Os dois defrontam-se hoje à semelhança do que aconteceu nas eleições de 2013, que IBK venceu com mais de 77% dos votos.
O Presidente cessante é o claro favorito, face a uma oposição cada vez mais dividida e que deixa Soumaila Cissé com menos hipóteses de vencer.
Dos 22 candidatos que participaram na primeira volta, vários se posicionaram a favor de IBK, enquanto outros se mantiveram neutros e declararam não apoiar nenhum dos dois candidatos da segunda ronda, como foi o caso de dois dos principais opositores neste escrutínio, que ocuparam o terceiro e o quarto posto na primeira ronda - o empresário Aliou Diallo, que obteve 8,03% dos votos, e o ex-primeiro-ministro Cheick Modibo Diarra (7,39%).
O país vive uma situação de insegurança e crise política desde o golpe de Estado militar de 2012, a que se seguiu uma rebelião independentista dos tuaregues no norte, apoiados por grupos jihadistas locais.
No acto eleitoral de hoje, que decorre entre as 08:00 e as 18:00 locais (entre as 010:00 e as 20:00 em Maputo), a segurança será garantida por 36 mil militares, cerca de 20% mais que na primeira volta, a 29 de Julho.
A comunidade internacional deverá seguir com atenção esta segunda ronda, mas o desfecho da votação deverá ter pouco efeito sobre os milhares de milhões de dólares de ajuda que Bamako recebe, de acordo com especialistas citados pela agência France-Presse.
Com cerca de cem observadores na primeira volta eleitoral, a União Europeia, o maior doador internacional do Mali, exigiu a publicação de resultados discriminados e pediu mais transparência na segunda ronda, bem como a garantia de acesso a todos os locais de votação -- a 29 de Julho, cerca de 250 mil eleitores não conseguiram votar no centro e no norte do país.
A diplomacia maliana instou a UE a "não atrapalhar o processo eleitoral".
Entre as contribuições directas da Comissão Europeia e as dos Estados-Membros, os 28 pagam anualmente ao Governo maliano, para o seu bom funcionamento, cerca de 400 milhões de euros, num total de projectos em curso superiores a dois mil milhões de euros.
Os Estados Unidos da América, por sua parte, anunciaram que vão reduzir drasticamente o apoio de cerca de 100 milhões de dólares entre 2017 e 2018, dos quais 81,5 milhões previstos para este ano, mas não precisaram qual será a verba nem os motivos para o corte.
Além da UE, o Banco Mundial, o Banco Africano de Desenvolvimento e o Canadá financiam directamente o orçamento operacional do Governo do Mali, um dos países mais pobres do mundo. (RM/ NMinuto)

Read 451 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Sociedade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Sunny

26°C

Maputo, MZ

Sunny

Humidity: 62%

Wind: 35.40 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco