Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Verónica Macamo defende cessação de conflitos para pacificação de África

Published in Política
terça, 14 agosto 2018 10:52
Rate this item
(0 votes)

A Presidente da Assembleia da República, Verónica Macamo, afirmou que a Declaração de Paz e Cessação de Guerra, que é proposta para África, constitui um contributo importante nos esforços que o continente tem levado a cabo, visando a resolução pacífica de conflitos, “uma aspiração por uma África pacífica e segura, plasmada na Agenda 2063 da União Africana, cujo moto é a África que Queremos”.

 

A PAR, que participou na passada sexta-feira, na Cimeira da Paz dos Líderes Africanos-2018, na cidade sul-africana de Joanesburgo, acrescentou que o binómio paz e desenvolvimento estão intrinsecamente ligados. “Não é possível aspirar por uma África desenvolvida e próspera sem paz”, disse a PAR, sublinhando que “a pobreza, um dos maiores flagelos que o continente africano enfrenta, tem como uma das origens, a situação de instabilidade e guerras que os nossos Estados ciclicamente enfrentam”.

Segundo Macamo, “é, pois, neste sentido que saudamos e nos solidarizamos com esta iniciativa da Declaração de Paz e Cessação de Guerra, pois ela vem juntar-se ao clamor de paz dos nossos povos”.

Para a Presidente do Parlamento moçambicano, a reunião de Joanesburgo serviu para chamar atenção ao mundo, no que diz respeito à Declaração de modo a evitar o uso da força para garantir a paz nos países africanos e da necessidade de haver maior tolerância inter-religiosa e nossos estados para que a liberdade religiosa não seja motivo de conflitos.

A Cimeira da Paz dos Líderes Africanos-2018 teve lugar num ano em que se comemora o Centenário de Nelson Mandela. “Aqui na terra deste grande combatente pela liberdade e pela Paz vai a nossa vénia”, disse a PAR, para quem Nelson Mandela deixou a herança de que através do diálogo e da procura constante pela Paz, a humanidade pode viver em harmonia e beneficiar dos frutos da Paz.

“Deixou-nos a lição de que independentemente da raça, etnia, crença religiosa ou diferença de opinião, os homens podem viver lado a lado em Paz e construir, em conjunto, o bem-estar para todos”, vincou a PAR.

A reunião de Joanesburgo abordou sobre o papel que o continente africano deverá desempenhar na promoção de agenda global da paz e as ferramentas que defendem a resolução pacífica dos conflitos que ainda persistem e defender uma agenda de paz e segurança sustentável em toda África.

Os participantes ao evento trocaram ainda experiências para manter a paz, prevenir a guerra e, sobre tudo, a unanimidade para colocar um fim a guerra que ceifa vidas e destrói países do continente africano.

A Cimeira reuniu Líderes Africanos da Paz, incluindo ex-Presidentes e actuais Presidentes, Chefes de Governo, Presidentes dos Parlamentos, Realeza e líderes juvenis visionários que, para além dos pontos discutidos, celebraram o centenário dos líderes sul-africanos Nelson Mandela e Albertina Sisulu, baseando-se nos seus legados e garantindo que os esforços exercidos por eles permaneçam na memória colectiva. (RM)

Read 241 times

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Sunny

34°C

Maputo, MZ

Sunny

Humidity: 37%

Wind: 28.97 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco