Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Manifestação em Barcelona pede libertação de presos e diálogo político

Published in Mundo
domingo, 15 abril 2018 16:51
Rate this item
(0 votes)

Milhares de separatistas catalães estão hoje a manifestar-se em Barcelona, Espanha, a pedir a libertação dos líderes políticos acusados de rebelião e a reclamar a abertura do diálogo político.

 

"Liberdade para os presos políticos", gritam milhares de manifestantes, nas ruas da capital da região espanhola da Catalunha. "Como não podem decapitar o separatismo -- como desejou a vice-presidente do governo espanhol, Soraya Saenz de Santamaria --, tentam fazê-lo pela via judicial", afirmou Roser Urgelles, uma professora de 59 anos.

"Eles precisam de demonstrar que houve violência para executar as sentenças que eles querem, então inventam, mas vamos continuar a manifestar-nos pacificamente", acrescentou.

Como ela, milhares de manifestantes usavam uma fita amarela em solidariedade para com os separatistas detidos, um sinal que o ministro da Justiça, Rafael Catala, considerou recentemente "insultuosos", alegando que com isso querem dizer que "há presos políticos na prisão em Espanha quando há é políticos presos".

O protesto foi convocado por uma plataforma criada em março para "defender as instituições catalãs" e "os direitos e liberdades fundamentais" dos cidadãos.

O facto de dois grandes sindicatos, Comisiones Obrerase e UGT, se terem juntado à iniciativa, juntamente com as associações separatistas Assemblea Nacional Catalana e Omnium, provocou fortes protestos entre os seus membros que não defendem a independência.

"Houve tensões [entre os sindicalizados] como em toda a sociedade catalã", admitiu no sábado o secretário-geral da UGT na Catalunha, Camil Ros, entrevistado pela AFP.

"Mas esta não é uma manifestação independentista", disse Ros, considerando que "é hora de construir pontes" para um problema que "não deve ser resolvido nos tribunais, mas através do diálogo e da política".

Numa região muito dividida sobre a questão da independência, esta mobilização ocorre dez dias após ter sido libertado o ex-presidente independentista catalão Carles Puigdemont na Alemanha, onde um tribunal considerou que as acusações de "rebelião" não estão suportadas.

No entanto, magistrados espanhóis enviaram na quinta-feira aos seus colegas alemães elementos para provar a existência de "violência justificando a rebelião" de acordo com Madrid, na esperança de obter a extradição de Puigdemont para Espanha por este motivo.(RM/NMinuto)

Read 479 times

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Clear

13°C

Maputo, MZ

Clear

Humidity: 95%

Wind: 11.27 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco