Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Prémio Nobel da Paz é atribuído a Maria Ressa e Dmitry Muratov

Published in Cultura
sexta, 08 outubro 2021 23:35
Rate this item
(0 votes)

Já são conhecidos os vencedores do Prémio Nobel da Paz de 2021.

O Prémio Nobel da Paz foi atribuído a Maria Ressa e Dmitry Muratov, pelos seus esforços para salvaguardar a "liberdade de expressão, condição essencial para a democracia e uma paz duradoura".
Segundo a academia sueca, Maria Ressa usa a liberdade de expressão para expor o abuso de poder, o uso da violência e o crescente autoritarismo no seu país natal, as Filipinas, onde dirige o Rappler, um órgão de comunicação social digital que se dedica ao jornalismo de investigação e que cofundou em 2012.
Já Dmitry Muratov é galardoado por ter defendido durante décadas a liberdade de expressão na Rússia, em condições cada vez mais difíceis. Destaca-se ainda o facto de, em 1993, ter sido um dos fundadores do jornal independente Novaja Gazeta, uma importante fonte de informação sobre aspectos censuráveis da sociedade russa raramente mencionados por outros meios de comunicação.
"Sem liberdade de expressão e liberdade de imprensa, será difícil promover com sucesso a fraternidade entre nações, o desarmamento e uma ordem mundial melhor para ter sucesso no nosso tempo", disse.
Reiss-Andersen disse que a atribuição deste ano do Prémio Nobel da Paz aos dois jornalistas "está, por isso, firmemente ancorada nas disposições da vontade de Alfred Nobel.
Maria Ressa
O Comité Nobel destacou, em particular, o papel de Ressa e do Rappler na denúncia da "controversa e assassina campanha antidroga do regime" do Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte".
Para o Comité, o número de mortes desta campanha é tão elevado que "se assemelha a uma guerra travada contra a própria população do país".
Ressa e o Rappel também "documentaram como os meios de comunicação social estão a ser utilizados para espalhar notícias falsas, assediar adversários e manipular o discurso público".
Dmitry Muratov
Dmitry Muratov, 59 anos, é um dos fundadores do jornal independente Novaja Gazeta, criado em 1993, e de que é chefe de redacção há 24 anos.
Para o Comité Nobel, trata-se do "jornal mais independente da Rússia, com uma atitude fundamentalmente crítica em relação ao poder".
"O jornalismo livre, independente e baseado em factos serve para proteger contra abusos de poder, mentiras e propaganda de guerra", disse Berit Reiss-Andersen.
Pelo seu jornalismo baseado em factos e a sua integridade profissional, o Novaja Gazeta é "uma importante fonte de informação sobre aspectos censuráveis da sociedade russa raramente mencionados por outros meios de comunicação social", acrescentou.
O Comité Nobel "está convencido de que a liberdade de expressão e a liberdade de informação ajudam a assegurar um público informado".
"Estes direitos são pré-requisitos cruciais para a democracia e a protecção contra a guerra e os conflitos", acrescentou.
O Prémio Nobel da Paz é o único dos seis prémios a ser atribuído e apresentado fora da Suécia, em Oslo, a pedido expresso de Alfred Nobel (1833-1896), uma vez que a Noruega fazia parte do reino sueco no seu tempo.
Este prémio é o quinto dos anunciados até hoje, depois dos prémios de Medicina, Química, Física e Literatura, e antes do prémio de Economia, que será atribuído na próxima segunda-feira.
Desde 1901, o Prémio Nobel da Paz foi atribuído 101 vezes, a 132 laureados: 90 homens, 17 mulheres e 25 organizações, segundo a organização.
Os laureados irão receber um prémio de oito milhões de coroas suecas (cerca de 788 mil euros), além de um diploma e uma medalha. (RM /NMinuto)

Read 390 times

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco