×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Paquistão reabre espaço aéreo e retoma ligações ferroviárias com a Índia

Published in Recomendado
segunda, 04 março 2019 15:37
Rate this item
(0 votes)

O Paquistão reabriu, esta segunda-feira, integralmente o espaço aéreo, anunciou a Autoridade de Aviação Civil de Islamabad, depois de ter decretado medidas restritivas na semana passada devido às tensões militares com a União Indiana.

 

"Todos os aeroportos do Paquistão estão operacionais e o espaço aéreo foi reaberto", disse à France-Presse um porta-voz da Autoridade de Aviação Civil (AAC), acrescentando que a reabertura entrou em vigor às 13:00 (10:00 em Maputo).
Na passada quarta-feira, a AAC anunciou o encerramento do espaço aéreo após o agravamento da situação militar entre o Paquistão e a União Indiana marcado pelo derrube de dois aviões de combate indianos.
Os dois pilotos da União Indiana, que conseguiram ejectar-se, foram capturados sendo que um deles já foi devolvido às autoridades de Nova Deli estando o outro hospitalizado no Paquistão devido a ferimentos.
O encerramento do espaço aéreo paquistanês prejudicou as ligações com a Europa e com a Ásia.
A companhia tailandesa Thai Airways disse que a medida provocou o cancelamento de 30 voos que deveriam ter feito o transporte de cerca de cinco mil pessoas, nos últimos dias.
As companhias Singapore Airlines, Emirates, Qatar Airways, Saudi Airlines e Air Canada também cancelaram dezenas de ligações.
Na sexta-feira, a AAC abriu "parcialmente" o espaço aéreo paquistanês para os voos internos.
Entretanto foram retomadas hoje as ligações ferroviárias entre o Paquistão e a Índia, num gesto que pretende mostrar o desanuviamento das tensões entre Nova Deli e Islamabad.
De acordo com um porta-voz da empresa Pakistan Railways, a ligação entre Lahore, no Paquistão, e a cidade indiana de Atari voltou "à normalidade".
O comboio da linha conhecida como Samjhauta Express que saiu hoje de Lahore transportou 180 pessoas.
O serviço ferroviário entre os dois países esteve suspenso depois do derrube dos dois caças da União Índia pelo Paquistão que retaliava contra o bombardeamento pelas forças de Nova Deli de um campo de treino de um grupo extremista islâmico responsável por um ataque em Caxemira e que provocou a morte de mais de quatro dezenas de polícias indianos no dia 14 de Fevereiro.
De acordo com a Associated Press, os habitantes da Caxemira que vivem na região situada na linha de demarcação entre as zonas indiana e paquistanesa viveram nas últimas horas os primeiros momentos de calma desde a semana passada.
Muitos habitantes da Caxemira paquistanesa aproveitaram a acalmia para abandonar as suas casas desprotegidas ao longo da linha de demarcação e procuraram abrigo em edifícios governamentais. O frio e os disparos na fronteira tinham-nos impedido de sair mais cedo.
Segundo fonte oficial do governo paquistanês, cerca de 200 famílias já se instalaram em três edifícios governamentais no território, onde estão a receber roupa, cama, alimentos e medicamentos. (RM/ NMinuto)

Read 61 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Festival AzGo em palco

Festival AzGo em palco

Arranca este sábado o Azgo, um dos maiores festivais culturais internacionais, realizados anualmente...

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco