×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

“Rádio Moçambique deve continuar a transmitir mensagens de paz e tolerância” -PCA Abdul Naguibo

Published in Recomendado
quarta, 06 março 2019 17:16
Rate this item
(0 votes)

Os profissionais da Rádio Moçambique (RM), empresa pública, devem continuar a transmitir ao público eleitoral, mensagens de paz e tolerância.

Este pronunciamento foi feito, esta quarta-feira, pelo Presidente do Conselho de Administração da Rádio Moçambique, Abdul Naguibo, em Chidenguele, província de Gaza, na abertura da vigésimo-quarto Conselho Consultivo da Rádio Moçambique.
“Apelamos ao envolvimento dos todos profissionais da empresa no exercício de advocacia em prol das próximas eleições gerais, através de programas de educação cívica que influenciem os nossos concidadãos a participar em massa no processo que se avizinha. Aproveitamos a oportunidade para apelar aos delegados, chefes de redacção e jornalistas da Rádio Moçambique aqui presentes, para que continuem a transmitir aos eleitores a mensagem de paz, de tolerância e de respeito recíproco aos cidadãos de diferentes cores partidárias, pois somos todos moçambicanos, filhos da mesma pátria. A tarefa de educar não é da responsabilidade exclusiva do governo, mas sim de todas as forças vivas da sociedade,” disse.
A directora do Gabinete de Informação (GABINFO), Emília Moiane sublinhou que o presente ano eleitoral exige da RM muita entrega e participação
“ Os moçambicanos têm na Rádio Moçambique o seu informador mor sobre o decurso dos processos eleitorais com destaque para o dia da votação, onde todos os moçambicanos querem a informação, de como está a decorrer o processo nos diferentes postos de votação e mais tarde, como decorre o processo da contagem dos votos. A Rádio Moçambique não é apenas o maior órgão de informação público do nosso país, é o maior e o mais prestigiado elo de ligação entre os moçambicanos espalhados por todo o país, dos grandes centros urbanos às mais recônditas localidades e aldeias do interior. É preciso que a Rádio Moçambique, empresa pública, se posicione de forma mais categórica explorando mais e melhor a diversidade e a competência dos seus profissionais. É necessário que a Rádio Moçambique evolua, apostando numa forma de ser e de estar que seja compatível com os tempos modernos que vivemos, ” disse.
E a governadora da província de Gaza, Stela Pinto Novo Zeca, a quem coube o papel da abertura do Conselho Consultivo da Rádio Moçambique, destacou o papel desta estação emissora na promoção de valores, com vista ao desenvolvimento do país.
“À Rádio Moçambique, cumpre o seu papel de contribuir para o desenvolvimento como nos referimos, catalisando a unidade nacional, a expansão e o aprofundamento de valores como a cidadania, patriotismo, a solidariedade, o respeito e ainda consolidando a cultura da democracia e da paz. Esta paz que está sendo reconquistada por sua Excelência o Presidente Filipe Nyusi. Como todos nós sabemos, temos muita fé que desta vez, o resultado será uma paz duradoira, uma paz para sempre. Outrossim queremos também congratular a Administração da Rádio Moçambique por ter comtemplado a nossa província no programa de expansão e melhoria do sinal da Antena Nacional e emissor provincial, através das repetidoras instaladas no distrito de Chókwè, Massingir, Mapai, Chicualacuala, Xigubo e Massangena,” frisou.
O Conselho Consultivo, que decorre até a próxima sexta-feira, realiza-se sob o lema “ Cobertura eleitoral e as plataformas digitais: RM por uma informação rápida e credível “. (RM Gaza)

Read 197 times

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco