Print this page

CTA não se revê com a nova Lei do Trabalho

Published in Economia
quinta, 04 abril 2019 20:30
Rate this item
(0 votes)

A Confederação das Associações Económicas de Moçambique, CTA, não se revê com a proposta da Lei do Trabalho submetida pelo governo, à Assembleia da República, após revisão pontual.

 O Presidente da CTA, Agostinho Vuma, diz que a revisão pontual feita à Lei do Trabalho, vai pôr em causa a paz laboral e social, contrariamente à actual legislação que promove uma convivência sã entre o empregador e o trabalhador.

As declarações do Presidente da CTA, Agostinho Vuma, foram feitas esta quinta-feira em Maputo, após audição pela Comissão Parlamentar dos Assuntos Constitucionais e de Legalidade, da Assembleia da República.

Agostinho Vuma sublinha que a CTA é pela revisão profunda da Lei do Trabalho e não pontual como se pretende dizer actualmente.

Já o Presidente da Comissão Parlamentar dos Assuntos Constitucionais e de Legalidade, na Assembleia da República, Edson Macuácua, diz que o parlamento vai analisar a inquietação da CTA. (RM)

Read 1215 times Last modified on sexta, 05 abril 2019 09:18