×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Primeiro-ministro apela ao enquadramento dos talentos dos jogos escolares

Published in Desporto
segunda, 19 agosto 2019 02:51
Rate this item
(0 votes)

O Primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, desafia os clubes e as federações desportivas a enquadrar e a valorizar os talentos que despontam do movimento desportivo escolar, proporcionando-lhes oportunidades para a sua inserção no desporto de alta competição.

 

Carlos Agostinho do Rosário fala este domingo, em Chimoio, no encerramento da décima quarta edição do Festival Nacional dos Jogos Desportivos Escolares.

Segundo Carlos Agostinho do Rosário, há necessidade de elaboração e implementação de um plano de acção capaz de desenvolver o desporto e produzir resultados, tendo sempre em atenção que algumas modalidades consolidam-se com resultados em cada etapa da competição.

A provincia de Manica sagrou-se, pela terceira vez consecutiva, campeã absoluta do XIV Festival Nacional dos Jogos Desportivos Escolares.

Este é o quarto título de Manica na história dos Jogos, sendo que conquistou o seu primeiro em 2009, no Niassa, vencendo posteriormente as edições realizadas em Cabo Delgado, em 2015, e Gaza, em 2017, respectivamente. É por isso uma das províncias com mais títulos neste evento.

Manica destacou-se mais uma vez sagrando-se nesta edição campeã nas modalidades de futebol, atletismo e voleibol masculino, bem como em basquetebol e andebol feminino. Foi também campeã absoluta de xadrez, mas não teve a mesma sorte nos jogos tradicionais, ganhos pela Zambézia.

Com estes resultados, Manica amealhou na classificação absoluta ou por medalhas seis ouros e quatro pratas, totalizando 10. Segue Maputo-cidade, com três ouros, quatro pratas e dois bronzes (nove no total). Zambézia preencheu o último lugar do pódio, com dois ouros, duas pratas e um bronze (cinco).

Os restantes lugares foram ocupados por Nampula (um ouro, duas pratas e um bronze), Maputo-província (um ouro e seis bronzes), Inhambane (um ouro), Sofala (um ouro), Gaza (três pratas e um bronze), Tete (três bronzes), Niassa (um bronze) e Cabo Delgado (sem medalhas), que apesar de ser último classificado ganhou o prémio “Fair-Play” por ser o colectivo mais disciplinado.

Salientar que os XIV Jogos Desportivos Escolares de Manica tiveram lugar em simultâneo nas cidades de Chimoio e vila de Gondola. O município de Manica acolheu partidas de demonstração de natação, uma modalidade que poderá fazer parte dos jogos a partir da próxima edição.

No atletismo, aanfitriã Manica não teve o domínio de há dois anos, mas venceu em masculinos, com seis medalhas de ouro, duas de prata e igual número de bronze, sendo a modalidade que catapultou a província para o trono do festival. Gaza foi segundo, com duas de ouro, igual número de prata e uma de bronze. Em terceiro ficou província de Maputo, com uma de ouro e igual número de prata.

Em femininos, a campeã é a cidade de Maputo, com três ouros, igual número de pratas e uma de bronze, à frente de Manica, com três de ouro, duas de prata e igual número de bronze. O pódio fecha com Niassa, com duas de ouro, três de prata e duas de bronze.   

Nos jogos tradicionais destacou-se Zambézia, sobretudono “muravarava” somando, em masculinos, 12 pontos, mais dois que Manica. Tete fechou o pódio com oito. Em femininos, Zambézia foi campeã com oito pontos, os mesmos que Niassa, sendo que Gaza ficou em terceiro.

No “ntxuva”, em masculinos, o campeão é a cidade de Maputo, que registou nove pontos, à frente de Cabo Delgado (oito) e Gaza (sete). Já em femininos, o título coube à Zambézia (10 pontos), seguida de Tete e Inhambane, ambas com seis. (RM)

Read 920 times

Escolha do editor

Publicidade

Sociedade

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco