×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Re-conectando identidades, KINANI junta mais de 200 profissionais nacionais e internacionais

Published in Cultura
sexta, 15 novembro 2019 13:29
Rate this item
(0 votes)

A YODINE Produções apresenta de 19 a 24 de Novembro a 8ª edição da Plataforma Internacional de Dança Contemporânea – KINANI.

 

Re-conectando identidades, a presente edição aposta em trabalhos coreográficos resultantes de colaborações entre artistas provenientes de diferentes contextos históricos, culturais e sociais. A programação do evento tem como base criações provenientes de residências artísticas onde coreógrafos e bailarinos de diferentes nacionalidades colaboraram com o objectivo de explorar semelhanças socioculturais entre diferentes povos.

O programa da 8ª Edição do KINANI conta com 26 espectáculos de dança e instalações oferecidos por 60 coreógrafos e artistas provenientes de 20 Países, com destaque a: Moçambique, Itália, Togo, Madagáscar, Africa do Sul, Namíbia, Brasil, Suíça, Alemanha, Finlândia, Ilha das Maurícias, Espanha.

O destaque internacional vai para Roberto Castello, um dos pilares ideológico da dança contemporânea na Itália. Na lusofonia, destaca-se a presença de Mari Paula, bailarina e docente brasileira com um longo percurso no campo das criações contemporâneas que apresenta a peça “Retrópica” no último dia do festival.

De Moçambique, o destaque vai para Panaíbra Canda, distinguido pela revista alemã TANZ na categoria “novas promessas para o futuro da dança 2017”. O universo feminino nacional será representado por Edna Jaime, Katia Manjate, Janeth Mulapa e Mariana Tembe que apresentam diversas temáticas que colocam o quotidiano em questionamento através colaborações artísticas.

Para além dos 26 espectáculos programados, o KINANI acolhe o “Steam Room” - um encontro que pretende unir profissionais africanos num debate teórico sobre os desafios da dança contemporânea em África. O programa contempla também diversos encontros temáticos e workshops dirigidos a estudantes de diversas instituições de ensino de artes e cultura, aos novos talentos e ao público em geral.

Os 26 espectáculos serão distribuídos em seis (6) espaços; Dos quais quatro (4) alternativos, nomeadamente: 4º Andar, Oficina Municipal da Dança, Museu da Mafalala e o Jardim Tunduro. E ainda, dois (2) dos teatros estabelecidos da nossa cidade: Centro Cultural Franco – Moçambicano e Teatro Avenida. Em termos de locais de espectáculos, destaca-se a introdução de três (3) novos espaços alternativos: Oficina municipal da dança, Museu da Mafalala e o Jardim Tunduro.

O habitual espaço alternativo 4º andar[1], acolhe cerca de nove (9) espectáculos de dança, performance e instalações para além de uma noite dedicada a música que estará ao cargo da banda RockFellers, marcando o seu regresso. A mesma ocasião contará com a actuação da banda Hodi, Cantinho das Cores e DJ  YouC.

O KINANI, congratula-se por juntar na nossa bela cidade um pouco mais de 200 profissionais internacionais, entre eles bailarinos, coreógrafos, técnicos das artes e mais de 50 directores e programadores de grandes festivais do mundo. Estes aspectos engrandecem não apenas esta plataforma, mas também, ao nosso Moçambique, que passou a ser uma das maiores referências no continente, que possui uma plataforma internacional de dança contemporânea reconhecida no continente africano e no mundo. (RM)

 

Read 711 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco