Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Novo presidente do Malawi exonera Conselho de Administração de 60 empresas públicas

Published in Mundo
quinta, 02 julho 2020 22:30
Rate this item
(0 votes)

O recém empossado presidente do Malawi, Lazarus Chakwera, exonerou esta quinta-feira, membros do conselho de administração de sessenta empresas públicas.

 

A destituição dos conselhos de administração, está inserido no processo de reformas das políticas de funcionamento das sessenta empresas participadas pelo estado malawiano.

Este é o início de um longo processo de reformas públicas, desde a indicação do vice-presidente Saulos Chilima como ministro de planeamento, desenvolvimento económico e reformas do sector público.

Ainda esta quinta-feira, o presidente Lazarus Chakwera ordenou a suspensão de todos contratos de prestação de serviços ao governo e encomendou uma auditoria independente para aferir a legalidade, vantagens e necessidade de celebração dos referidos contratos.

Informações segundo as quais antes das eleições de 23 de Junho passado, foram celebrados contratos de biliões de kwachas, supostamente para o benefício de altos funcionários do governo cessante, precipitaram a tomada desta medida.

A Autoridade de Aquisição e Alienação de Bens do Malawi, informou ao presidente Chakwera que pouco antes das eleições presidenciais, foram

aprovados 174 contratos no valor de 74 biliões de kwachas, pouco mais de 7 biliões de meticais.

Por conta destas denúncias, o chefe do estado malawiano ordenou ainda o embargo de todas as obras adjudicadas e a suspensão dos contratos assinados pelo governo de Peter Mutharika para dar lugar à auditoria.

Entretanto o secretário de estado dos Estados Unidos da América, Mike Pompeo, manifestou optimismo quanto ao cumprimento da promessa do novo presidente Lazarus Chakwera, de erradicar a corrupção no Malawi.

Pompeo descreveu a eleição de Chakwera como um acto histórico, por ser a primeira vez em África, que um candidato da oposição, vence depois da anulação do pleito eleitoral por fraude.

 Por sua vez, a Human Rights Watch afirmou que a vitória de Lazarus Chakwera deve ser uma oportunidade para elevar a consciência sobre direitos humanos no Malawi.

“O novo presidente precisa de colocar em acção o seu discurso de vitória

segundo o qual triunfou a democracia e a justiça” – disse Dewa Mavhinga

directora da Human Rights Watch para o sul de África. (RM Blantyre)

Read 485 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Morreu músico angolano Waldemar Bastos

Morreu músico angolano Waldemar Bastos

O músico angolano Waldemar Bastos, morreu na madrugada desta segunda-feira em Lisboa, vítima de canc...

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco