Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Maputo acolhe conferência “A Intervenção do Estado, da Sociedade e do Direito no Combate à Corrupção”

Published in Política
segunda, 02 julho 2018 16:34
Rate this item
(0 votes)

Especialistas de renome das áreas jurídica, empresarial e académica reflectem, esta terça e quarta-feiras, em Maputo, sobre o Estado de Direito em face da corrupção.

 

A conferência é promovida pela Procuradoria-Geral da República de Moçambique, numa iniciativa conjunta com o Camões, I.P. e a União Europeia, no âmbito do Projecto de Apoio à Consolidação do Estado de Direito nos PALOP e Timor-Leste, PACED.

Estarão os Estados preparados para lidar com fenómenos criminais que afectam directamente a boa governação como a criminalidade organizada, fraude fiscal, lavagem de dinheiro e, de forma mais sintomática, a corrupção? Que tipo de governação, administração pública, justiça, economia, se pretende para responder a estes desafios? Estas e outras questões serão debatidas no auditório da Procuradoria-Geral da República, em Maputo, nos dias 3 e 4 de Julho, a partir das 09h. 

O evento conta com reconhecidos prelectores de diversas áreas, entre os quais: Salimo Abdula, presidente da Confederação Empresarial da CPLP, Casimiro Ferreira, Doutor em Sociologia do Estado e da Administração e professor na Universidade de Coimbra – Portugal, José Abudo, ex-Provedor de Justiça de Moçambique, Flávio Menete, Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique, Severino Ngoenha, Reitor da Universidade Técnica de Moçambique.

Esta conferência internacional integra-se no Projecto de Apoio à Consolidação do Estado de Direito nos PALOP e Timor-Leste (PACED), uma iniciativa financiada pela União Europeia (10º FED) e pelo Camões, I.P., que tem como finalidade melhorar a capacidade e a integridade das instituições políticas, administrativas e judiciárias para prevenir e lutar eficazmente contra a corrupção, branqueamento de capitais e tráfico de estupefacientes.

O evento é aberto ao público havendo espaço para perguntas e respostas, após cada um dos painéis, esperando-se um debate participado e consequente sobre estas questões de interesse comum. 

O PACED nasce da parceria da União Europeia com os PALOP e Timor-Leste e tem como objectivos a afirmação e consolidação do Estado de direito nestes países, assim como a prevenção e luta contra a corrupção, o branqueamento de capitais e a criminalidade organizada e, em particular, o tráfico de estupefacientes.

Com duração prevista até Dezembro de 2019, e um orçamento de 8,4 milhões de euros, 7 milhões financiados pela União Europeia ao abrigo do 10º FED e 1,4 milhões pelo Camões, I.P., dos quais 8,05 administrados directamente pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.., a sua intervenção centra-se em acções destinadas a reforçar a capacidade institucional das autoridades competentes ao nível legislativo, executivo e judiciário, promovendo o intercâmbio e partilha de conhecimento e boas práticas entre si, facilitando a sua cooperação nas áreas de intervenção do projecto.

Em Moçambique, estão envolvidas no PACED as seguintes autoridades nacionais: Procuradoria-Geral da República, Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, através do Centro de Formação Jurídica e Judiciária, Tribunal Supremo, Gabinete de Informação Financeira de Moçambique – GIFiM, Serviços de Investigação Criminal e Gabinete do Ordenador Nacional – Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.(RM)

Read 887 times

Escolha do editor

Publicidade

Sociedade

AR: Aprovada lei que proíbe uniões prematuras

AR: Aprovada lei que proíbe uniões prematuras

Os cidadãos envolvidos em uniões prematuras, como autores ou cúmplices, poderão ser presos ou multad...

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco