Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Angola envia para Beira missão humanitária com 100 técnicos de saúde

Published in Recomendado
sábado, 23 março 2019 16:56
Rate this item
(0 votes)

O Governo angolano enviou, esta sexta-feira para a cidade da Beira, um avião com cerca de 100 técnicos de saúde e material médico e medicamentoso para apoiar as populações afectadas pela passagem do ciclone Idai, há uma semana.

O envio da "missão humanitária e de solidariedade" foi decidido pelo Presidente angolano, João Lourenço, e integra 54 técnicos de saúde ligados ao Ministério da Saúde e outros 46 afectos ao da Defesa, que irão juntar-se às equipas de salvamento já no terreno em Moçambique.
Na missão, para já de 30 dias, segue também a ministra da Saúde angolana, Sílvia Lutucuta, que disse aos jornalistas que o tempo da presença da centena de técnicos de saúde pode ser aumentado, tudo dependendo da evolução da situação.
"Vamos com o sentimento de cumprir um dever humanitário em Moçambique, afectado gravemente pelo ciclone Idai, o que resultou a destruição muito grande no litoral de Moçambique, com maior reflexo na cidade da Beira. Levamos uma equipa multidisciplinar, civil e militar, para fazer o diagnóstico e assistência médica 'in loco' e também estamos a levar medicamentos e material gastável para apoio a esta missão", disse Lutucuta, antes de embarcar, em Luanda.
Segundo a ministra da Saúde angolana, a equipa integra especialistas de várias áreas médicas, alguns deles já com experiências semelhantes, tendo em conta que, após o ciclone, a Beira começa a dar sinais de que vão começar a aparecer as doenças provocadas por este tipo de catástrofes.
"Acreditamos que, por esta altura, já começam a aparecer os sinais mais graves de doenças. Não há luz, não há água e as doenças diarreicas e as infecções respiratórias, até a malária, vão vir. Mas vamos também preparados para a assistência materno-infantil, nomeadamente assistência obstétrica e de recém-nascidos", adiantou.
Por seu lado, o ministro da Defesa angolano, Salviano Sequeira, presente no acto, realçou que a missão humanitária e de solidariedade "para com o povo irmão" de Moçambique foi determinada por João Lourenço com o objectivo de, junto das autoridades locais, "contribuir, apoiando as várias iniciativas das equipas de resgate e de apoio logístico, para ajudar as pessoas que precisam de auxílio".
"É neste quadro que o Governo angolano constituiu esta missão humanitária e de solidariedade, com grande pendor para o sector da saúde, para prestar assistência médica e medicamentos nos vários domínios da saúde junto das pessoas afectadas pelo ciclone IDAI" sublinhou.(RM /NMinuto)

Read 277 times

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco