Print this page

Adiado julgamento dos dois moçambicanos detidos na África do Sul

Published in Breves
terça, 23 abril 2019 20:28

O Tribunal sul-africano de Belfast adiou para o próximo dia trinta de Abril o julgamento dos dois moçambicanos detidos, na última sexta-feira, na posse de dois cornos de rinocerontes.

 

Num contacto telefónico, ao princípio da noite desta terça-feira, com o Consulado moçambicano, em Neslpruit, a Rádio Moçambique soube que hoje o Tribunal de Belfast recusou a liberdade sob fiança requerida pelos dois moçambicanos.

Aliás o Tribunal de Belfast legalizou hoje a prisão dos dois, no caso  pai e filho, que  vão permanecer detidos, acusados de tráfico de troféus de animais.

Os dois moçambicanos foram detidos por uma patrulha  da policia sul-africana, na estrada numero quatro, nos arredores da vila de Belfast.

Na altura da detenção os dois faziam o trajecto Maputo/Joanesburgo, rota que aliás faziam com frequência.

Se calhar por isso que as autoridades policiais indiciam que os dois moçambicanos agiam como transportadores de cornos de rinocerontes.

É por aqui que se pode entender a recusa do Tribunal de conceder a liberdade sob fiança, até porque a polícia diz necessitar de mais tempo para investigar.

A vila de Belfast situa-se na província de Mpumalanga, onde por seu turno está localizado o Parque Nacional de Kruger.

Este parque tem sido alvo da cobiça dos caçadores furtivos, cujas equipas integram moçambicanos. (RM-RSA)

Read 227 times