Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Há médicos tradicionais que colaboram com insurgentes que atacam alguns pontos de C. Delgado

quarta, 12 junho 2019 10:30
Rate this item
(0 votes)

Em Cabo Delgado, há médicos tradicionais que colaboram com os insurgentes que protagonizam ataques em alguns pontos da província.

 

É uma denúncia feita pela Associação dos Médicos Tradicionais de Moçambique (AMETRAMO), de Nangade, ao comandante-geral da Polícia de República de Moçambique (PRM), Bernardino Rafael.

Falando num encontro popular na sede distrital de Nangade, o representante da AMETRAMO, Latifo Saíde Ioa, esclareceu que quando os malfeitores são feridos, um vez que não se podem dirigir às unidades sanitárias, aliciam curandeiros que não tratam não só os ferimentos, mas como também supersticiosamente.

“ São nossos filhos que estão a protagonizar essas acções maléficas, isso é verdade. Dormem e comem connosco. O problema é que não queremos denunciar os porquês nós médicos tradicionais, uma parte nós da população somos culpados. Mesmo nós médicos tradicionais, existem alguns que colaboram com esses malfeitores. Por isso, senhor Comandante-Geral aperta o cerco a partir de nós mesmos médicos tradicionais, tratamos essas pessoas ” ,  disse  o representante da AMETRAO em Nangade, admitindo que os seus associados  colaboram com os malfeitores que desestabilizam  os distritos da zona norte e centro de Cabo Delgado.

Entretanto, o comandante-geral da Polícia de República de Moçambique, Bernardino Rafael, disse que aqueles que colaboram com o grupo dos malfeitores estão a desvalorizar o esforço empreendido pelas Forças de Defesa e Segurança no restabelecimento da ordem e tranquilidade públicas nas comunidades pelo que, devem parar imediatamente.

“Têm que parar, é melhor parar não tratar esses. Denunciar quando aparecem a pedir os vossos serviços. Não é para deixar morrer, mas é melhor denunciar porque nós queremos saber onde é que ele foi ferido, onde é que estão os outros tantos que estão a matar pessoas. Por isso pedimos mais uma vez, colaboração com os médicos tradicionais”, frisou.

O Comandante-geral da Polícia de República de Moçambique, escalou recentemente as zonas fronteiriças de Negomano e Namatil, no distrito de Mueda e sede distrital de Nangade, onde se reuniu com a população e as Forças de Defesa e Segurança para a necessidade da intensificação das acções de fiscalização da fronteira com a Tanzânia, para evitar que cidadãos ilegais entrem no país. (RM C. Delgado)

Read 267 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Sociedade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco