Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

INS trabalha para tirar Moçambique da lista dos países com maior taxa de mortalidade materno-infantil

Written by 
Published in Ciência & Tecnologia
sexta, 10 janeiro 2020 02:26
Rate this item
(0 votes)

O Instituto Nacional de Saúde, INS, e parceiros pretendem tirar o país da lista das nações com a mais alta taxa de mortalidade materno-infantil, causada pelas doenças reumáticas.

 

Para o efeito, encontra-se no país, uma missão de médicos da Federação Mundial do Coração, com o objectivo de auxiliar no diagnóstico de mulheres grávidas em risco de desenvolver a doença.

A Coordenadora do Projecto de Doenças Crónicas no INS, Ana Mucumbi, disse, hoje, em Maputo, que a cardopatia reumática é uma das doenças do coração mais preveníveis.

Segundo Ana Mucumbi, o défice de informação sobre as doenças reumáticas constitui um desafio para a erradicação desta patologia no país.

Já a Presidente da Federação Mundial do Coração, Karen Sliwa, referiu que atráves da união de esforços, é possível evitar mortes devido a complicações do coração.

No mundo, estima-se que mais de trinta milhões de pessoas são vítimas  de cardiopatia reumática, sendo que cerca de trezentas mil morrem, anualmente, devido a doença.

“Estamos em Moçambique, para que em coordenação com o Instituto Nacional de Saúde, chamemos a atenção da população sobre os perigos da cardopatia reumática. O nosso foco são as mulheres grávidas, daí que pretendemos evitar mais mortes devido a esta doênça.”- disse Karen. (RM)

Read 396 times

Escolha do editor

Publicidade

Sociedade

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco