Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Presidente do Malawi acusa oposição e activistas dos direitos humanos de estarem a mergulhar o país em manifestações violentas

Published in Mundo
terça, 14 janeiro 2020 10:44
Rate this item
(0 votes)

O presidente do Malawi, Peter Mutharika, acusa a oposição e activistas dos direitos humanos de estarem a manipular a população para mergulhar o país em manifestações violentas.

 

Falando na cidade de Lilongwe, Mutharika disse que a oposição está criando deliberadamente pobreza e sofrimento no seio dos malawianos, pois ao invés destes se dedicarem à produção, estão a ser enganados a participarem em protestos violentos.

O estadista malawiano acusou ainda a oposição de estar a incitar a violência nas comunidades, facto que segundo Peter Mutharika, é uma manobra para manipular a mentalidade dos malawianos.

As palavras do estadista malawianoo foram proferidas após a oposição e os activistas dos direitos humanos estarem a organizar manifestações nas principais cidades deste país que terminam em violência e saques de bens.

Reagindo a esta acusação, o vice-presidente da coalização da defesa dos direitos humanos, Gift Trapence, disse que as palavras de Peter Mutharika significam estar a negar a injustiça que o governo está a cometer.

O porta-voz do Partido MCP, Maurice Munthali, disse que os manifestantes  não são enviadas pelo partido, mas sim, são malawianos que transmitem a agonia que estão a viver no seu dia-a-dia.

Entretanto a polícia de Lilongwe negou, esta segunda-feira, conceder uma caução a Jessie Kabwila, membro da comissão política do partido UTM detida este fim-de-semana, acusada de incitar a violência e proferir palavras em prejuízo de processos judiciais previstos no Código Penal malawiano.

Esta prisão está a trazer controvérsias no campo político malawiano e o partido UTM através do seu porta-voz, Joseph Chidanti Malunga, afirmou que a detenção de Jessie Kabwila é ilegal e pediu a libertação imediata e incondicional da mesma.

Segundo Malunga trata-se de uma perseguição política, pois que Jessie Kabwila estava em gozo do seu direito de liberdade de expressão.

Estas acusações entre partidos políticos surgem numa altura em que diferentes organizações da sociedade civil estão a preparar a mentalidade dos malawianos para aceitar qualquer resultado que sair do tribunal constitucional. ( RM Lilongwe)

Read 307 times

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco