Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Chefe de missão da ONU propõe nova plataforma para Guiné-Bissau

Published in Breves
sexta, 14 fevereiro 2020 21:16

A chefe da Missão Integrada das Nações Unidas para a Consolidação de Paz na Guiné-Bissau (Uniogbis) propos, esta sexta-feira, a criação de uma plataforma de alto nível para o diálogo entre parceiros internacionais e autoridades nacionais.

 

Rosine Sori-Coulibaly, representante especial do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) na Guiné-Bissau, disse hoje, numa reunião do Conselho de Segurança, em Nova Iorque, que pretende criar uma "plataforma de alto nível para que parceiros internacionais e autoridades nacionais discutam regularmente, acompanhem e promovam a continuidade das reformas".

Tal como vários membros do Conselho de Segurança, a chefe da missão destacou a "necessidade urgente de reformas" na Guiné-Bissau e recordou a "revisão da Constituição" como "centro da instabilidade nacional".

A representante especial do secretário-geral da ONU em Bissau considerou que o "período pós-eleitoral pode mostrar uma janela de oportunidade para reconciliação e coesão nacional se houver vontade política e compromissos".

Diplomata do Burkina Faso, Rosine Sori-Coulibaly sublinhou que a Uniogbis, cujo encerramento está previsto para final deste ano, poderá ser alvo de uma extensão de mandato, devendo centrar o seu trabalho no novo quadro de parceria entre as Nações Unidas e a Guiné-Bissau para o Desenvolvimento Sustentável no período 2021-2025.

A plataforma sugerida por Sori-Coulibaly irá informar também dos "esforços da ONU" no país e "assegurar o respeito pelo calendário eleitoral".

"Nos últimos 20 anos, a ONU investiu consideravelmente na Guiné-Bissau. Agora, perante a reconfiguração da presença da ONU, temos uma responsabilidade colectiva de salvaguardar os dividendos democráticos e de consolidação da paz", declarou a diplomata.

Na mesma reunião, Ronaldo Costa Filho, presidente da Configuração para a Guiné-Bissau da Comissão das Nações Unidas para a Consolidação da Paz (PBC-GB), congratulou o país pela realização das eleições presidenciais em Novembro e declarou que a comunidade internacional espera com expectativa a passagem pacífica de poder de um Presidente democraticamente eleito para outro, pela primeira vez.

Para o novo Representante Permanente do Brasil junto da ONU, Ronaldo Costa Filho, as eleições presidenciais foram apenas "o primeiro passo para a paz política" e anunciou que as prioridades de consolidação da paz da PBC-GB só poderão ser implementadas depois da estabilização nacional.

O presidente da PBC-GB prometeu também projectos e "acções ancoradas no diálogo com o Governo" para dar respostas aos "desafios do 'financial cliff' [penhasco financeiro], muitas vezes vivido por países em transição".

A ONU abriu uma missão de paz na Guiné-Bissau em 1999, que continuou com a actual missão integrada de consolidação da paz na Guiné-Bissau.

O actual mandato da Uniogbis decorre até 28 de Fevereiro do próximo ano, mas requer-se uma diminuição gradual das actividades até ao seu encerramento, previsto para 31 de Dezembro de 2020. (RM-NM)

Read 111 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Moçambique assinala Dia Internacional da Língua Materna

Moçambique assinala Dia Internacional da Língua Materna

Instituída em 1999 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), o...

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco