×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Conselho Islâmico diz que discurso islamofóbico é uma ameaça à paz

Published in Breves
quarta, 17 abril 2019 23:33

O presidente do Conselho Islâmico de Moçambique, Aminuddin Mohamad, afirmou, esta quarta-feira, que os discursos islamofóbicos apresentados como liberdade de expressão são "uma ameaça à harmonia inter-religiosa e à paz em todo o mundo".

 

O xeque, que viveu nos anos 80 em Portugal e iniciou a sua palestra, em Lisboa, saudando os presentes com a tradicional saudação islâmica Salaam Aleikum ("A paz esteja convosco"), criticou os ódios e fanatismos religiosos, citando versículos do Corão que sustentam a liberdade da crença e da divergência.

No entanto, lamentou que, "infelizmente, para alguns a liberdade de expressão funcione de outra maneira", que inclui profanar "as bases e os símbolos das crenças e identidades de algumas religiões".

Para Aminuddin Mohamad, a liberdade de expressão "não pode abranger insultos nem dá o direito de as pessoas ofenderem e insultar os sentimentos de milhões de pessoas, atiçando o fogo do ódio", pelo que, tal como acontece com o anti-semitismo, que foi criminalizado em vários países, também as manifestações islamofóbicas que constituem "reacções negativas ao islão e aos muçulmanos" deviam ser criminalizadas.

O responsável do Conselho Islâmico de Moçambique considerou que "cada um é livre de crer ou descrer" e cada um "tem as suas convicções religiosas, mas ninguém tem o direito de ridicularizar a religião do outro e fingir, ofender os sentimentos do outro, especialmente nos países que reivindicam ser civilizados e que dizem respeitar os direitos humanos" e a liberdade religiosa.

Aminuddin Mohamad salientou que o fanatismo religioso "destrói os pecadores" e que não haverá paz no mundo sem paz entre as religiões "e sem a propagação de uma cultura de diálogo".

Por isso, reforçou, "é dever das religiões condenar o extremismo, o terrorismo e outras formas de violências em nome da religião, pois tais actos nada têm a ver com os ensinamentos genuínos da palavra de Deus".

O xeque participou num colóquio sobre liberdade de expressão e o contributo das religiões na economia organizado pela Casa de Moçambique e pela UCCLA (União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa). (RM)

Read 111 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Festival AzGo em palco

Festival AzGo em palco

Arranca este sábado o Azgo, um dos maiores festivais culturais internacionais, realizados anualmente...

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco