35 anos do massacre de Homoíne: Momento de reflexão sobre a preservação da paz e unidade

Publicado: 18/07/2022, 14:16
Categoria:

Os trinta e cinco anos do massacre de Homoíne, em Inhambane, que hoje se assinalam, devem servir de momento de reflexão sobre a necessidade da preservação da paz e da unidade nacional, defendem Autoridades da Cultura e Turismo na província.

Foi a 18 de Julho de 1987 que Homoíne viveu um dos piores acontecimentos de que há memória, o massacre que resultou na morte de perto de quatrocentas pessoas, trezentas e cinquenta das quais, sepultadas numa vala comum.

Susária do Amaral, chefe do Departamento das Indústrias Culturais e Criativas na Direcção Provincial da Cultura e Turismo, em Inhambane, disse que o massacre é um dos exemplos claros de que a guerra tem impacto negativo na sociedade. Susária referiu que as crianças, em particular, devem ser explicadas sobre a existência da vala comum e inculcar nelas os valores da paz e da unidade nacional.

Áudio. Susária do Amaral, chefe do Departamento das Indústrias Culturais e Criativas na Direcção Provincial da Cultura e Turismo, em Inhambane

(RM)

Tags: 

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram