“Ataques terroristas em C.Delgado e da Junta Militar da Renamo são afronta à Independência Nacional”-PR

Publicado: 25/09/2020, 17:12
Categoria:

O Presidente da República, Filipe Nyusi, considera os ataques terroristas em Cabo Delgado e da autoproclamada Junta Militar da Renamo, em Sofala e Manica, uma afronta à independência nacional, integridade territorial e a paz, conquistadas com sacrifício dos moçambicanos.

 Filipe Nyusi discursava, esta sexta-feira, na Praça dos Heróis moçambicanos, na cidade de Maputo, local que acolheu as cerimónias centrais alusivas aos 56 anos do desencadeamento da luta de libertação nacional e do Dia das Forças Armadas de Defesa de Moçambique.

“Por isso o lema das celebrações do Dia das Forças Armadas de Defesa de Moçambique deste ano que é: “Foças Armadas de Defesa de Moçambique-50 anos engajados na defesa da soberania, firmes na consolidação da paz”, espelha a forma nítida a sua missão actual que também é de todos nós”, disse.

Segundo o Chefe do Estado, hoje, com o advento da globalização as ameaças são difusas e imprevisíveis, o que exige das Forças Armadas de Defesa de Moçambique um elevado nível de flexibilidade e prontidão combativa.

O Presidente da República disse que a modernização das Forças de Defesa e Segurança é um imperativo nacional, apesar dos desafios que o país ainda enfrenta na provisão de cuidados básicos à população.

O Chefe do Estado dirigiu, igualmente, uma palavra de estima aos 1.529 cidadãos nacionais que, esta sexta-feira, receberam Insígnias de Títulos Honoríficos e Condecorações.

No final do seu discurso Filipe Nyusi, apelou ao cumprimento das medidas de prevenção da Covid-19, numa altura em que o país regista o aumento de casos e mortes devido a doença..

A cerimónia contou com a presença de diversas personalidades.

A Presidente da Assembleia da República, Esperança Bias, pediu total apoio dos moçambicanos às Forças de Defesa e Segurança.

“ Todos nós devemos nos abraçar a estes jovens, homens e mulheres que no dia-a-dia lutam para garantir a integridade deste país”, disse.

Por seu turno o secretário-geral da Frelimo, Roque Silva, disse que o quinquagésimo sexto aniversário do desencadeamento da luta de libertação nacional, constitui um momento de celebração e de desafios que passam pela reposição e ordem e tranquilidade públicas ameaçadas por ataques terroristas e da Junta Militar.

“É importante que continuemos a encorajar esses jovens a lutarem com determinação pela defesa da soberania, de modo a permitir que o resto dos processos de desenvolvimento económico e social e cultural possam correr com a tranquilidade necessária” frisou. (RM)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram