Cerca de 2.500 moçambicanos pedem ajuda no Malawi após tempestade ANA

Publicado: 14/02/2022, 17:49
Categoria:

Cerca de 2.500 pessoas atravessaram a fronteira para terras seguras no Maláui, após a destruição provocada no final de Janeiro pela tempestade Ana, mas agora precisam de comida e abrigo, anunciaram as autoridades.

 

Os refugiados estão concentrados ao relento no distrito de Sanje, no sul de Malawi, disse o alto comissário de Moçambique naquele pais, Elias Zimba.

Depois de perderem os seus bens e serem obrigados a fugir, as vítimas da tempestade tropical ANA vivem agora ao relento, enfrentando escassez de comida e sem redes mosquiteiras para se prevenirem da malária.

"Estou há uma semana sem receber nada, nem esteira [para dormir] tenho", disse Fátima Afonso, uma das deslocadas, à rádio estatal.

Pelo menos 116 pessoas morreram na passagem da tempestade tropical Ana por Madagáscar, Moçambique e Maláui, 25 das quais no país lusófono, de acordo com os dados da organização das Nações Unidas para os Assuntos Humanitários.

Em Moçambique, a tempestade atingiu as províncias da Zambézia, Nampula e Tete, tendo deixado 25 mortos e 22 feridos, além de ter destruído 13.600 casas e deixado mais de 140 mil pessoas desalojadas.(RM)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram