Coligação centrista apresenta candidatos na Sérvia

Publicado: 02/02/2022, 18:46
Categoria:

A principal coligação da oposição na Sérvia apresentou hoje os seus candidatos para as próximas eleições legislativas e presidenciais, com o objectivo de desafiar o prolongado mandato do Presidente conservador Alexandar Vucic.

 

As eleições legislativas e presidenciais na Sérvia, e ainda uma votação municipal em Belgrado, a capital, estão previstas para o início de Abril.

A votação vai decorrer num período de elevada tensão política, com a oposição a denunciar as crescentes tendências autoritárias de Vucic e a sua política populista.

A Sérvia Unida (JS), centrista, congregou diversos partidos da oposição que vão apresentar-se em conjunto contra Vucic e o seu Partido Progressista Sérvio (SNS, direita), que desde há uma década controla o executivo.

O SNS tem sido acusado de coartar as liberdades democráticas e fomentar um discurso do ódio contra os críticos neste decisivo país dos Balcãs.

Em 2020, e após denunciarem diversas pressões sobre os opositores, os principais partidos da oposição boicotaram as eleições legislativas.

Hoje, os três candidatos da oposição indicaram que a próxima votação, agendada para 03 de Abril, ainda decorrerá sem totais garantias de equidade devido ao controlo de Vucic sobre os principais 'media'. Mas prometeram combater a propaganda anti-oposição e garantir uma vitória eleitoral.

"Existem pessoas por todo o país que estão prontas para dizer 'chega'", disse em declarações à agência noticiosa Associated Press (AP) Marinika Tepic, uma política que ganhou popularidade pelos seus esforços em revelar casos de corrupção e ligações ao crime organizado que envolvem o SNS.

Tepic dirige a "Unidos, vamos conseguir", a lista da coligação Sérvia Unida às eleições legislativas.

Para as presidenciais, Zdravko Ponos, um antigo general do exército e chefe de Estado-maior, que integrou um anterior executivo pró-ocidental, será o principal rival de Vuvic.

Zdravko Ponos prometeu "unir a Sérvia" e descreveu a sua candidatura presidencial como um "dever patriótico".

As sondagens mais recentes indicam que Vucic e o seu partido permanecem com a maioria das intenções de voto.

Os analistas têm indicado que os opositores de Vucic terão melhores hipóteses de vitória em Belgrado, onde os partidos da oposição são mais populares em comparação com o resto do país.

Vladeta Jankovic, uma política conservadora e antiga embaixadora no Reino Unido e no Vaticano, candidata-se à câmara municipal de Belgrado na lista da oposição.

Apesar dos seus 81 anos, Vladeta Jankovic afirmou que decidiu concorrer devido à grave situação no país.

"Todos deveriam contribuir neste esforço conjunto", disse.

Às eleições também se apresentam os cada vez mais visíveis grupos de ambientalistas e movimentos de esquerda alternativa que mobilizaram milhares de pessoas nos protestos de rua contra o Governo, exigindo medidas urgentes no combate à poluição atmosférica e às alterações climáticas e na remoção de resíduos tóxicos.

Formações da direita nacionalista radical e outros pequenos partidos também se apresentam no escrutínio. (RM-NM)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram