Detido cidadão que tentava receber armas e munições em Pemba, C. Delgado

Publicado: 28/08/2020, 18:12
Categoria:

O Serviço de Investigação Criminal (SERNIC), em Cabo Delgado, neutralizou na semana finda, em Pemba, um cidadão nacional que tentou sem sucesso, receber uma encomenda composta por material bélico.

A encomenda em causa, continha cinco armas de fogo de tipo AK-47 e dez carregadores com as respectivas munições, seis pares de fardamento militar, quatro camisolas militares e um par de botas.
O director do Serviço de Investigação Criminal, em Cabo Delgado, Ntego Crisanto informou que material que terá supostamente recebido de um outro indivíduo que passou pela região, numa viatura de transporte de passageiros vinda do distrito de Mueda, a mais de 300 quilómetros de Pemba.
“Estamos já com receio de que possam terem entrado outras armas, porque o circuito que se usou até chegarem em Pemba é muito estranho e ainda disse mais; ele recebeu a armas e dizia que ia entrega-las á mãe da pessoa que lhe mandou. A história revela-nos que quando os insurgentes estão para entrar no território adiantam os equipamentos e depois vêm [vestidos] à civil. Portanto, nós entendemos que isso é um 'modus operandi' dos insurgentes", acrescentou.
O jovem de vinte e um anos, residente na cidade de Pemba, agora a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM), diz não saber o que continha na referida encomenda enviada pelo seu primo, a partir do distrito de Mueda.
Desde a eclosão dos ataques em Outubro de 2017, pelo menos 1.059 pessoas perderam a vida em resultado dos conflitos, além da destruição de várias infra-estruturas.
De acordo com as Nações Unidas, a violência armada, provocada por grupos classificados pelas autoridades moçambicanas e internacionais como uma ameaça terrorista, levou à fuga de mais de 250.000 pessoas de distritos afectados pela insegurança, mais a norte da província.
A capital provincial, Pemba, tem sido o principal refúgio para as pessoas que procuram abrigo e segurança em Cabo Delgado, mas há quem prefira fugir para outros distritos e até províncias da região, com destaque para Nampula.
Além do suposto membro dos grupos insurgentes, o SERNIC anunciou ainda que deteve também quatro cidadãos tailandeses que se supõe façam parte de uma rede de tráfico de pedras preciosas em Cabo Delgado.
Segundo as autoridades, o grupo, que estava prestes a sair do país, foi detido na posse de cerca de 15 quilos de pedras preciosas, cinco mil dólares (quatro mil euros) e 300 mil meticais ( mais de três mil euros).
As pedras terão sido levadas nas minas de Montepuez, através do garimpo ilegal e suspeita-se que haja funcionários públicos envolvidos no esquema, segundo as autoridades. (RM C Delgado)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram