Dívidas não Declaradas: Tribunal conclui haver concertação entre os réus para defraudar o estado

Publicado: 02/12/2022, 10:21
Categoria:

A sexta secção do Tribunal Judicial da cidade de Maputo, que julga o caso das dívidas não-declaradas, conclui ter havido concertação entre vários réus para defraudar o estado moçambicano.

No prosseguimento da leitura da sentença, o Juiz Efigênio Baptista destacou que está provado através de correspondências e outros documentos que o grupo de réus concertou, o esquema para a recepção de valores, da Privinvest.

No segundo dia da leitura da sentença, o Juiz Efigênio Baptista continuou através do que se denomina, motivações factuais, a mostrar com provas concludentes, na óptica do tribunal, o grau de envolvimento e culpabilidade de cada réu, no esquema que culminou com as dívidas não-declaradas.

O Juiz Efigênio Baptista sublinhou que de acordo com a prova produzida, o grupo de réus  concertou, durante dois anos, para lograr os seus intentos.

Nesta sexta-feira, a leitura da sentença entra para o terceiro dia, com o prosseguimento da motivação dos factos criminais, que será seguido pelos factos não provados. (RM)

Tags: 

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram