Estudos arrancam em Wuhan para identificar origem das primeiras infecções

Publicado: 04/08/2020, 20:49

A missão da Organização Mundial da Saúde (OMS) na China concluiu o trabalho preparatório da investigação sobre a origem do SARS CoV-2, anunciou, esta segunda-feira, a agência da ONU para a saúde.

A equipa avançada da OMS que foi enviada à China acabou de concluir a missão que consistiu em lançar as bases para esforços conjuntos para identificar o vírus", disse o director-geral da organização, Tedros Adhanom Ghebreyesus.
O director-geral acrescentou que os "estudos epidemiológicos vão começar em Wuhan (República Popular da China) para identificar a fonte potencial de infecção dos primeiros casos" detectados.
A Organização Mundial da Saúde alertou ainda que "talvez" nunca venha a existir "uma panaceia" contra a pandemia de covid-19, apesar das investigações em curso que procuram conseguir uma vacina contra a doença.
"Não há nenhuma 'panaceia' e talvez não exista nunca", disse Tedros Adhanom Ghebreyesus na mesma conferência de imprensa que decorre através da internet.
A pandemia de covid-19 já provocou mais de 685 mil mortos e infectou mais de 18 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. (RM /NMinuto)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram