Ex-líderes das FARC admitem ter ordenado sequestros

Publicado: 30/04/2021, 18:31
Categoria:

Diversos responsáveis da extinta guerrilha colombiana das FARC admitiam esta sexta-feira, oficialmente, o seu envolvimento no sequestro de civis durante o conflito armado, num testemunho perante a Jurisdição Especial para a Paz (JEP), que os convocou para depor.

 

Assumimos que nas FARC-EP tivemos a responsabilidade por ordenar sequestros e a privação de liberdade de forma prolongada de civis e de membros da força pública", explicou Julián Galo, ex-líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia - Exército Popular (FARC-EP) e actual senador do partido Comunes, conhecido por "Carlos Antonio Lozada".

A JEP, que surgiu do acordo de paz de 2016 na Colômbia como um sistema de justiça transitório, responsabilizou em 28 de Janeiro passado oito membros do antigo secretariado da guerrilha por crimes de lesa humanidade e crimes de guerra no Âmbito do "Caso 1", onde estão registadas 2.107 vítimas de sequestros e outros crimes, em particular entre 1993 e 2012.

A dissolução da guerrilha das FARC diminuiu o nível de violência na Colômbia, mas grupos armados, incluindo com ligações à extrema-direita, continuam activos em zonas recuadas do país, alimentadas principalmente pelos recursos extraídos do narcotráfico.

Os antigos guerrilheiros das FARC e os líderes comunitários são considerados geralmente um obstáculo para estes grupos criminosos, que procuram controlar os territórios também para aumentar as culturas ilegais de coca destinadas ao fabrico de cocaína.

Centenas de ex-membros da guerrilha, incluídos no processo de desarmamento e reinserção social, e de activistas de direitos humanos foram assassinados na Colômbia desde o acordo de paz de 2016.

O país permanece ainda confrontado com as acções armadas do Exército de Libertação Nacional (ELN), a última guerrilha activa, para além dos narcotraficantes e de formações paramilitares. (RM-NM)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram