Governo do Malawi sem soluções para travar crise de energia eléctrica no país

Publicado: 07/09/2022, 21:04
Categoria:

Governo do Malawi sem soluções para travar a crise de energia eléctrica que se instalou no país.

O problema cíclico de cortes constantes e apagões, atingiu o seu auge nos últimos três meses, facto agravado pela destruição de parte da estrutura da barragem de Kapichira, pelo ciclone tropical Ana.

A barragem de Kapichira garantia o fornecimento de 130 megawatts de neregia eléctrica ao país.

A crise de energia está associada igualmente ao cancelamento em Março último do contrato entre o governo e a Aggreko, uma empresa independente que fornecia 78 megawatts à empresa estatal de distribuição de energia eléctrica, ESCOM.

A insustentabilidade do negócio precipitou a denúncia do contrato, justificou o governo, para quem a Aggreko produzia energia à base de 84 geradores movidos a diesel.

Desde então, o Malawi passou a viver uma grave crise de energia. Actualmente, a electricidade é fornecida de forma escalonada de oito em oito horas, por cada zona.

Ademais, o fornecimento regista cortes constantes e os finais de semana são caracterizados por apagões em todo o país, criando prejuízos para a indústria doméstica.

Em plena conferência de imprensa, o ministro da energia do Malawi, Ibrahim Matola, soube da EGENCO e ESCOM, empresas envolvidas na produção e distribuição de energia, que não se vislumbra para breve uma solução para os constantes apagões.

O Ministro da Energia associa a declaração das empresas a uma provável sabotagem, influência política e ou negligência e advertiu que os responsáveis ​​serão desmascarados e responsabilizados.

Entretanto, o presidente do Conselho de Administração da EGENCO, William Liabunya, disse que a Hidroeléctrica de Kapichira, estará em funcionamento até 22 de Dezembro deste ano, o que irá minimizar os actuais apagões.

Sabe-se que Malawi vai importar a partir de 2023, mil megawatts de energia eléctrica de Moçambique, com vista a minimizar a crise de energia eléctrica naquele país. ( RM Blantyre)

Tags: ,

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram