Governo necessita de pelo menos USD 9.5 mil milhões para financiar projectos de água para todos até 2030-PM

Publicado: 23/09/2022, 22:53
Categoria:

O Governo necessita de pelo menos 9.5 mil milhões de dólares para financiar projectos que tem em vista prover água potável a todos moçambicanos, até 2030.

Com o valor, o Executivo espera aumentar a disponibilidade do recurso, através de construção de fontes de abastecimento, restauração e modernização de infra-estruturas actualmente existentes.

O Primeiro-ministro diz que se trata de uma das principais condições para garantir que Moçambique cumpra a sexta meta dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, que estabelece o acesso universal e equitativo a água potável e segura para todos, até ao ano 2030.

Adriano Maleiane falava, em Nova Iorque, à margem da septuagésima sessão da Assembleia-geral da ONU, numa mesa redonda de alto nível, em preparação da Conferência das Nações Unidas sobre a Água 2023, a ter lugar, no Tajiquistão.

Intervindo na língua inglesa, Maleiane disse que Moçambique está seriamente apostado em promover políticas que visam o aumento da disponibilidade de água, no país.

O Primeiro-ministro diz que o Governo moçambicano olha para a questão em duas vertentes: a primeira que visa aumentar a disponibilidade do recurso e, por outro lado, melhorar a sua gestão devido aos vários casos de desperdício de água.

Para obter os 9,5 mil milhões de dólares necessários com vista a aumentar a disponibilidade de água, no país, o Governo pode contar com o apoio do Banco Mundial, segundo assegurou a directora-geral de Política de Desenvolvimento e Parcerias da instituição, Marie Pagsesku.

“Estamos com o Governo nesta perspectiva de suportar os projectos de aumento da disponibilidade de água”, disse a responsável que esteve igualmente na Mesa Redonda promovida pelo Reino dos Países Baixos.

A seguir, o Primeiro-ministro, Adriano Maleiane, manteve um encontro com o seu homólogo daquele país europeu, no qual, segundo o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Manuel Gonçalves, os dois governos convergiram na necessidade de reforço das relações bilaterais.

Antes do ponto mais alto, o discurso, este sábado, na Assembleia-geral da ONU, Adriano Maleiane, continua a cumprir uma agenda carregada, aqui em Nova Iorque, marcada, ainda esta noite e pela madrugada, no horário moçambicano, por encontros com os presidentes da Eslovénia, Comores o Sub-Secretário Geral das Nações Unidas no Escritório contra o Terrorismo. (RM Nova Iorque)

Tags: ,

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram