PR: Moçambique disposto a apoiar Malawi no projecto da linha férrea

Published in Recomendado
terça, 23 novembro 2021 10:43
Rate this item
(0 votes)

Presidente da república Filipe Nyusi anuncia que Moçambique está predisposto a apoiar o Malawi a concluir o projecto da linha férrea que liga o distrito de Mutarara em Tete à Marka em Nsanje no território malawiano.

O apoio de Moçambique surge numa altura em que o Malawi está a enfrentar dificuldades de vária ordem, que estão a impedir a evolução do projecto de ligação dos dois países por linha férrea a partir do porto da Beira.
Filipe Nyusi disse que esta posição tomada por Moçambique, está inserida no contexto do desenvolvimento de infra-estruturas e da promoção da industrialização, duas áreas âncoras para a integridade económica na região.
Nyusi falava na noite desta segunda-feira na cidade de Lilongwe, no banquete que lhe foi oferecido pelo seu homólogo malawiano Lazarus Chakwera no palácio presidencial Kamuzu Banda.
Para Filipe Nyusi, há uma necessidade para que as trocas comerciais, a interligação eléctrica, ferroviária e rodoviária, a industrialização dos dois países, turismo e outras actividades de cooperação económica, evoluam para o mesmo patamar de excelência que cacteriza as relações políticas e diplomáticas entre Moçambique e Malawi.
Num longo discurso, interrompido várias vezes por aplausos da delegação malawiana, Nyusi arrancou simpatia dos presentes quando disse ter chegado o momento de os dois povos esquecerem os atritos do passado e juntos embarcarem num compromisso conjunto de desenvolvimento.
Sobre o terrorismo
No que tange ao terrorismo, o estadista moçambicano foi grato ao presidente Lazarus Chakwera, por ter aceite a proposta da troika de política, defesa e segurança da SADC em prolongar por mais três meses a permanência da força de estado de alerta na província de Cabo Delgado.
Por seu lado, o Presidente do Malawi e em exercício pela SADC Lazarus Chakwera, afirmou que a luta contra o terrorismo na província de Cabo Delgado, em Moçambique, está no topo de agenda da sua liderança na região austral de África.
Chakwera disse que os países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, não devem estar alheios aos actos macabros protagonizados pelos terroristas em Moçambique, pois isto representa uma ameaça para toda a região austral de África.

 

 

Read 181 times

Economia

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco