Print this page

Argentina vai presidir Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas

Published in Mundo
terça, 07 dezembro 2021 10:17
Rate this item
(0 votes)

A Argentina vai presidir o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas em 2022, após ter sido eleita, nesta segunda-feira para liderar o importante órgão que procura garantir o respeito e protecção dos direitos e liberdades fundamentais no mundo.

A eleição do país sul-americano para este Conselho, que funciona em Genebra e é composto por 47 países eleitos da Assembleia-Geral da ONU, recebeu críticas por parte de alguns países.
Estes consideram que a Argentina tem pouco respeito pelos princípios fundamentais do Conselho de Direitos Humanos, noticia a agência EFE.
O embaixador argentino em Genebra, Frederico Villegas, irá assumir a liderança do Conselho a partir de 01 de Janeiro.
O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas reúne-se quatro vezes por ano por períodos de três a quatro semanas.
Para Villegas, uma das tarefas mais importantes do Conselho é garantir o respeito ao direito internacional e evitar a politização de debates e decisões, entendendo que isso poderia levar à polarização e causar a deterioração e paralisia daquele órgão.
O diplomata acrescentou que, durante o ano de mandato que tem pela frente, irá fomentar o diálogo e a compreensão sobre os aspectos e diferenças comuns em matéria de direitos humanos.(RM-N.minuto)

Read 179 times