Malawi. Grã-Bretanha indignada com saque de recursos públicos e enraizamento da corrupção

Publicado: 19/01/2023, 23:13
Categoria:

Grã-Bretanha manifesta indignação ao contínuo saque de recursos públicos e ao enraizamento da corrupção no Malawi.

A alta comissária britânica no Malawi, diz que não basta processar os implicados em crimes financeiros e corruptos, sem no entanto condená-los, pois os contribuintes e doadores, não podem continuar a depositar dinheiro em cofre furado.

Segundo Sophia Willitts-King, o Reino Unido está ansioso em ver processos que resultem em condenações e os produtos do crime confiscados a favor do estado.

É que os sucessivos escândalos reportados no Malawi nunca têm desfecho, facto que descredibiliza o sistema da justiça.

Aliás, a preocupação do Reino Unido e de outros parceiros de cooperação reside no facto de não se vislumbrarem a curto, médio e longo prazos sinais de erradicação da corrupção e elevação de valores morais no aparelho do estado.

Contrariamente ao posicionamento do Reino Unido, os Estados Unidos da América elogiaram, esta quinta-feira, o presidente Lazarus Chakwera por estar a tomar medidas decisivas na luta contra a corrupção.

Em comunicado, a Embaixada Americana elogiou Chakwera por assumir o compromisso de luta contra a corrupção no país e reafirmou a disponibilidade de continuar a apoiar o Malawi a atingir suas metas de desenvolvimento.

O posicionamento dos Estados Unidos da América é feito depois de, o  presidente malawiano, ter anunciado o afastamento do director do ministério público que em Dezembro passado, ordenou a detenção da directora do Gabinete central de combate à corrupção, Martha Chizuma.

Na altura, a Embaixada dos Estados Unidos ameaçou com sanções económicas e de viagem contra o Malawi, caso não tivesse libertado a directora do Gabinete central de combate à corrupção.

O presidente Lazarus Chakwera teve que abrir um inquérito sobre a prisão que culminou com a demissão do director do ministério público e dos vice-comissários da polícia que executaram a ordem ilegal. ( RM Blantyre)

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram