Ómicron pode não ser a última variante preocupante da Covid, alerta a OMS

Publicado: 23/01/2022, 21:24

Epidemiologista diz que a dificuldade de acesso às vacinas por parte de alguns países continua a ser um problema no combate à pandemia

Uma alta funcionária da Organização Mundial de Saúde (OMS) deixou um alerta aos países que pensam já ter ultrapassado pior do Covid-19, após o pico de infecções da variante Ómicron.
Em declarações à BBC, Maria van Kerkhove lembrou que embora países como o Reino Unido tenham actualmente elevadas taxas de vacinação e a população esteja temporariamente imune, dado que houve grandes taxas de infecção recentemente, há contudo países onde a vacinação ainda está muito atrasada.
Para a responsável, países como o Reino Unido estão numa "fase mais avançada" da pandemia. Porém, continua a haver "3 mil milhões de pessoas à espera da sua primeira dose".
"Ainda temos uma população altamente susceptível, mesmo que haja alguns países mais adiantados. É um problema global, precisamos de tratá-lo com soluções globais", referiu.
A epidemiologista chefe da Organização Mundial de Saúde defendeu que a pandemia "não vai terminar com esta última vaga da Ómicron" e disse, ainda, que esta "não é a última variante de que ouviremos falar". (RM /NMInuto)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram