País: 22 mortos por desabamento de paredes e descargas atmosféricas desde o início do mês

Publicado: 21/10/2020, 6:28
Categoria:

22 pessoas morreram no país, entre um a dezanove do mês em curso, vítimas de descargas  atmosféricas e desabamento de paredes.

 

 Durante este período 660 casas ficaram inundadas e mais de 90 salas de aula parcialmente destruídas.

O balanço referente ao impacto de época chuvosa e ciclónica 2020-2021 foi apresentado esta terça-feira pelo porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Suázi, no final da trigésima oitava sessão do órgão.

 Foram afectadas 16.657 pessoas, das 3.695 famílias nas províncias de Niassa, Nampula e Zambézia, Tete, Manica e cidade de Maputo. ficaram inundadas 600 casas, destruídas totalmente 922 casas e parcialmente 1.604, 91 salas de aula parcialmente destruídas, 3 unidades sanitárias e 14 casas de culto afectadas, derrubados 8 postos de energia. Dos 22 óbitos registados, treze foi por arrastamento, 8 por desabamento de paredes e 1 por descarga atmosféricas e 12 pessoas feridas. Regista-se inundação de machambas nas ilhas na localidade de Ancuse, distrito de Doa na província de Tete, devido ao aumento do caudal”, frisou. (RM)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram