Parlamento reconhece existência de hábitos culturais que violam direitos da mulher

Publicado: 06/12/2022, 13:06
Categoria:

A Presidente da Assembleia da República reconhece que persistem, no país, hábitos culturais e crenças religiosas que violam os direitos da mulher e da rapariga.

Esperança Bias diz que estes hábitos são mais frequentes no meio rural, daí considera haver urgência em estender, às comunidades, a abordagem sobre a violência contra a mulher.

A Presidente da Assembleia da República defende, ainda, que os infractores sejam punidos exemplarmente.

A Presidente da Assembleia da República falava esta terça-feira, em Maputo, na abertura da Convenção Nacional sobre o Estado das Mulheres em Moçambique, uma iniciativa do Observatório das Mulheres.

Esperança Bias disse que a Assembleia da República vai continuar a aprovar instrumentos que garantam o respeito pelos direitos da mulher e da rapariga e garantir justiça social.

A Convenção Nacional sobre o Estado das Mulheres em Moçambique junta diferentes organizações da sociedade civil e que se destacam no respeito dos direitos desta camada da sociedade.

A Embaixadora do Reino dos Países Baixos, em Moçambique, Elsbeth Akkerman, reiterou a disponibilidade de mais apoios a iniciativas que garantam o respeito pelos direitos da mulher e da rapariga. (RM)

Tags: 

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram