Pelo menos 14 mortos em ataque a vila no norte do Burkina Faso

Publicado: 05/06/2021, 11:07
Categoria:

Pelo menos 14 pessoas, incluindo um civil auxiliar das forças de segurança, foram mortas no ataque a uma vila no norte do Burkina Faso na noite de sexta-feira, disseram hoje fontes locais e de segurança.

 

"Indivíduos armados não identificados atacaram Tadaryat e mataram treze pessoas entre a população civil", disse uma fonte de segurança à agência de notícias AFP, acrescentando que um auxiliar do exército que "veio para ajudar" os habitantes também foi morto.

O ataque e o número de mortos foram também confirmados por uma fonte local.

Tadaryat é uma pequena cidade localizada perto de Tokabangou, no território do município de Markoye, na província de Oudalan.

"Operações de busca" para localizar os atacantes estão atualmente a ser realizadas pelo exército, que também presta "assistência às populações", segundo a fonte de segurança.

"Os atacantes levaram vários bens, incluindo motocicletas e gado", disse a fonte local sob condição de anonimato.

Outra fonte de segurança relatou um confronto separado na sexta-feira contra um comboio de militares e civis auxiliares dos Voluntários para a Defesa da Pátria (VDP) em Katia, na mesma área, que não deixou vítimas.

A fonte também se referiu a um ataque durante a madrugada de hoje contra uma base dos VDP e civis em Solhan, na província de Yagha, também na região. O balanço deste ataque ainda não estava disponível na manhã de hoje.

Criados em dezembro de 2019, os VDP trabalham ao lado das forças armadas em missões de vigilância, informação e proteção após um treino militar de 14 dias.

Também atuam como rastreadores e muitas vezes lutam com o exército, com grandes perdas, com mais de 200 mortos em suas fileiras desde 2020, de acordo com uma contagem da AFP.

O ataque à cidade de Tadaryat ocorre uma semana depois de dois outros ataques na mesma área, nos quais quatro pessoas, incluindo dois civis auxiliares, foram mortas.

Nos dias 17 e 18 de maio, 15 moradores e um soldado foram mortos em dois ataques a uma aldeia e uma patrulha no nordeste do país, segundo o governador da região do Sahel.

Desde 05 de maio, diante do ressurgimento dos ataques 'jihadistas', as forças armadas lançaram uma operação em larga escala nas regiões do norte e no Sahel.

Apesar do anúncio de inúmeras operações desse tipo, as forças de segurança lutam para conter a espiral de violência 'jihadista' que deixou mais de 1.300 mortos e mais de um milhão de deslocados desde 2015, fugindo de áreas de violência. (RM-NM)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram