Presidente angolano exonera responsável máximo da polícia angolana

Publicado: 17/01/2022, 18:15
Categoria:

O Presidente angolano exonerou esta segunda-feira o comandante-geral da Polícia Nacional, Paulo Gaspar de Almeida, uma semana depois dos actos de vandalismo que tiveram lugar em Luanda durante uma paralisação de taxistas.

 

A decisão de João Lourenço, tomada após ouvir o Conselho de Segurança Nacional, foi divulgada através de uma nota da Casa Civil do Presidente da República.

A exoneração acontece uma semana depois dos incidentes que marcaram a paralisação dos taxistas, entre os quais a destruição e queima de um edifício do MPLA, partido do poder, em Benfica, nas proximidades de uma esquadra policial.

Paulo Almeida foi alvo de críticas por parte de Organizações Não Governamentais, nomeadamente o Observatório para a Coesão Social e Justiça, que apresentou queixa-crime contra o comandante da Polícia Nacional pelas declarações feitas após os confrontos que envolveram polícia e manifestantes em Cafunfo (Lunda Norte), no ano passado, de que resultaram mais de uma dezena de mortes.

As intervenções "musculadas" da polícia angolana foram também visadas no mais recente relatório da Human Rights Watch, que destacou as dificuldades das autoridades angolanas para conter o uso excessivo da força contra civis.

"Durante 2020, as autoridades angolanas debateram-se para conter os abusos das forças de segurança do Estado implicadas em mortes e uso excessivo da força contra pessoas desarmadas que alegadamente violaram as restrições impostas pela covid-19", adianta-se no documento.

Paulo de Almeida, que foi nomeado para o cargo em 31 de Julho de 2018, vai ser substituído por Arnaldo Manuel Carlos, até agora director-geral do Serviço de Investigação Criminal, e que é também promovido a comissário-geral.

António Paulo Bendje, que assumia o cargo de director geral adjunto do Serviço de Investigação Criminal será o novo comissário-chefe de Investigação Criminal e Pedro Lufunfula, que era director de combate ao crime organizado do Serviço de Investigação Criminal será o director-geral adjunto deste organismo. (RM-NM)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram