×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Empresa Caminhos de Ferros de Moçambique triplica resultados em 2020

Published in Economia
sexta, 16 abril 2021 13:12
Rate this item
(0 votes)

A empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, CFM, superou em mais de 300%, no ano de 2020, os resultados operacionais alcançados em 2019, segundo declaração do Ministro dos Transportes e Comunicações, Janfar Abdulai, na cerimónia de abertura do XXIV Conselho de Directores da empresa.

 

O evento, que decorre no distrito de Boane, província de Maputo, sob o lema “Por Uma Reinvenção da Gestão Empresarial no Contexto da Pandemia da Covid-19”, visa discutir os aspectos de gestão da empresa, com destaque para o balanço e avaliação do desempenho produtivo, económico e financeiro no exercício económico de 2020.

Fazem parte das temáticas a abordar, a execução dos projectos de investimento em 2020 e perspectivas para 2021, visando a reinvenção da empresa no actual contexto e reposicionamento no plano global.

Durante a sessão de abertura, Janfar Abdulai, congratulou o esforço empreendido pelos gestores e quadros da empresa, que contribuiu para a manutenção da tendência de crescimento, com um resultado operacional de 4.7 mil milhões de meticais, contra 1.3 mil milhões de meticais conseguidos no ano de 2019.

Isso, não obstante a redução de movimentação de pessoas e bens registada em 2020, em consequência da pandemia da COVID-19, facto que impactou significativamente o pelouro dos Transportes e Comunicações.

Ainda na ocasião, o Ministro fez saber que está em curso um processo de reforço do equipamento circulante através de um investimento na aquisição de cinco novas locomotivas, 90 carruagens e cinco automotoras, num investimento de cerca de 95 milhões de dólares. Um financiamento acordado no quadro da cooperação entre os Governos de Moçambique e da Índia.

Janfar Abdulai desafiou aos gestores a reflectirem profundamente em torno de soluções para que a empresa reestabeleça, gradualmente, os serviços de carreiras ferroviárias de longo curso interrompidos como resultado das restrições vigentes no país, no âmbito do combate à propagação da COVID -19, com particular destaque para a carreia de Chicualacuala, na linha férrea do Limpopo, carreias de Moatize e Marromeu, na linha férrea de Sena, onde a necessidade deste serviço é muito grande. (RM)

Read 154 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco