Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Mulheres do Niassa repudiam atrocidades cometidas por grupos armados no país

Published in Breves
sexta, 25 setembro 2020 19:20

No distrito de Chimbunila, no Niassa, mulheres repudiam as atrocidades cometidas pelos insurgentes em Cabo Delgado e pela Junta Militar da Renamo na região centro do país.

 

Este grupo social afirma que a chacina protagonizada por estes grupos armados fere o sentimento afectivo das mães, como geradoras de vida e têm em vista retardar o desenvolvimento do país.

Falando, por ocasião do 25 de Setembro, Dia das Forças Armadas da Defesa de Moçambique, as mulheres em Chimbunila encorajam ao governo a recorrer ao diálogo com vista a acabar os ataques dos terroristas em Cabo Delgado e da Junta Militar, em Manica e Sofala.

Esta camada social convida a mulher e outros grupos sociais para agudizarem a vigilância como forma de evitar a infiltração dos insurgentes nas comunidades.

Albertina Bernardo e Amélia Adamo, residentes de Chimbunila, aconselham jovens a não se integrarem nas fileiras de grupos armados que tem por objectivo destruir o país. (RM)

Read 94 times

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

UP de Maputo acolhe lançamento de 4 obras académicas

UP de Maputo acolhe lançamento de 4 obras académicas

A Biblioteca Central da Universidade Pedagógica de Maputo é palco ,ests sexta-feira, do lançamento d...

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco