Print this page

Operadores florestais de Sofala pedem interdição de importação de mobiliário

Published in Breves
segunda, 19 outubro 2020 16:18

Os operadores florestais na província de Sofala pedem a interdição da importação de mobiliário de madeira como forma de viabilizar o projecto da industrialização deste material no país.

 

O pedido foi formulado durante um encontro entre o governo e os proprietários das licenças florestais da província que tinha por objectivo fazer a divulgação dos resultados de avaliação dos operadores.

Os madeireiros afirmam que com a implantação das indústrias estará garantida a produção de mobiliário ao nível local, facto que poderá contribuir para a redução de exportação da madeira.

Falando, durante o encontro, a secretaria do estado em Sofala, Stela Pinto Zeca, considerou de legitimas as preocupações dos operadores madeiros tendo referido estar em curso a revisão da lei florestal para sanar estes problemas.

A província de Sofala conta este ano com setenta e oito operadores florestais dos quais 37 são de licenças simples,13 de estacas e bambus e 24 concessões. (RM)

Read 231 times