Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Associação Económica do Malawi defende aceleração do projecto de ligação ferroviária com Moçambique

Published in Economia
sexta, 11 junho 2021 07:15
Rate this item
(0 votes)

Associação Económica do Malawi defende a necessidade de acelerar o projecto de ligação ferroviária com Moçambique, através da linha de Sena.

 A materialização deste projecto, irá aliviar, segundo os homens de negócio no Malawi, o custo de transporte rodoviário para o país, tido como o mais alto da região. Uma tonelada equivale a dez dólares, contra os sete dólares recomendados.

Falando no encontro que a agremiação económica manteve com o ministro das finanças, Felix Mlusu, na cidade de Lilongwe, Elias Ngalande um dos membros da associação disse ter chegado o momento de o governo apostar no transporte ferroviário.

Em resposta, o ministro das finanças do Malawi disse que o governo está a mobilizar  financiamento para a reabilitação das linhas férreas do país, tendo apontado o projecto de ligação Blantyre – Nsanje até Vila Nova de Fronteira, em Mutarara, Moçambique, como prioritário.

Em 2017, o Malawi adoptou um plano director para o sector de transportes para ser implementado num período de 20 anos.

O documento indica que para a concretização do plano, o país precisa de mais de 9,15 biliões de dólares.

Sabe-se que do lado moçambicano já decorrem obras de reabilitação de 45 quilómetros ligando Nhamayabue à Vila Nova de Fronteira, no distrito de Mutarara, que vai dar acesso à Nsanje, no Malawi, cuja primeira pedra foi lançada pelo estadista moçambicano, Filipe Nyusi.

A linha é de extrema importância para o Malawi que pretende exportar açúcar para a Europa, através do porto da Beira.

Na segunda fase, Malawi promete estabelecer comunicação ferroviária Beira-Lilongwe, decorrendo actualmente a mobilização de fundos junto dos seus tradicionais parceiros de cooperação internacional.

Malawi importa através dos Portos de Nacala e Beira produtos alimentares da primeira necessidade, fertilizantes, combustíveis, material de construção, entre outros, usando a via rodoviária. (RM Blantyre)

Read 193 times Last modified on sexta, 11 junho 2021 11:09

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco