Taxa de Juro de Política Monetária mantém-se em 13,25%

Publicado: 19/05/2021, 17:36
Categoria:

O Comité de Política Monetária do Banco de Moçambique decidiu manter a taxa de juro de política monetária em 13,25%.

 

A decisão é fundamentada pelo agravamento dos riscos e incertezas, não obstante a revisão em baixa das perspectivas de inflação no curto e médio prazo, a reflectir, sobretudo, a recente apreciação do Metical.

O Comité decidiu, igualmente, manter as taxas de juro da Facilidade Permanente de Depósito em 10,25% e da Facilidade Permanente de Cedência em 16,25%, bem como os coeficientes de Reservas Obrigatórias para os passivos em moeda nacional e em moeda estrangeira em 11,50% e 34,50%, respectivamente.

Os riscos e incertezas associados às projecções de inflação agravaram-se.

A nível doméstico, destaca-se a intensificação da instabilidade militar na zona norte do país, com impacto na pressão fiscal e na suspensão do projecto Mozambique LNG, para além da maior volatilidade da taxa de câmbio.

Esta volatilidade decorre das elevadas incertezas e das assimetrias existentes no processo de formação de expectativas dos operadores no mercado cambial. Na conjuntura externa, realça-se uma maior flutuação dos preços dos activos financeiros e das mercadorias, e o surgimento de novas variantes do coronavírus.

As perspectivas de inflação foram revistas em baixa, apesar do agravamento dos riscos.

A inflação anual desacelerou para 5,19% em Abril, após 5,76% em Março, a reflectir a recente apreciação do Metical e a dissipação do impacto das intempéries que assolaram o país no princípio do ano.

Por seu turno, a inflação subjacente, que exclui os preços dos bens e serviços administrados e das frutas e vegetais, desacelerou, em linha com o esperado.

Para o curto e médio prazo, prevê-se uma menor aceleração da inflação, explicada, maioritariamente, pela dinâmica recente da taxa de câmbio, num contexto de fraca actividade económica.

Prevê-se uma recuperação mais lenta da economia em 2021.

Esta perspectiva é sustentada pela fraca procura interna, conjugada com a suspensão do projecto de exploração do gás pela Total, não obstante a previsão de retoma gradual da procura externa e da tendência para a contenção da propagação da COVID-19.

Assim, perante o limitado espaço da política monetária e do Orçamento do Estado, mantém-se a pertinência do aprofundamento de reformas estruturantes na economia, com vista ao fortalecimento das instituições, melhoria do ambiente de negócios, atracção de investimentos e criação de emprego.

A dívida pública interna mantém-se elevada.

Desde finais de Março, a dívida pública interna, excluindo os contratos de mútuo e de locação e as responsabilidades em mora, aumentou ligeiramente em 310 milhões para 205,5 mil milhões de meticais.

As reservas internacionais mantêm-se em níveis confortáveis.

As reservas internacionais brutas situam-se em USD 3.987 milhões, montante suficiente para cobrir mais de 6 meses de importações de bens e serviços. (RM-BM)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram