Ucrânia apresenta formalmente pedido de adesão à NATO

Publicado: 30/09/2022, 20:56
Categoria:

Presidente ucraniano anunciou o "pedido de adesão acelerado" nas redes sociais.
A Ucrânia vai apresentar formalmente o pedido de adesão à NATO esta sexta-feira, no mesmo dia em que o presidente da Rússia assinou formalmente a anexação de quatro territórios ucranianos ocupados.
O anúncio foi feito pelo presidente ucraniano através das redes sociais. O comunicado é acompanhado de um vídeo com a comunicação de Zelensky, que termina com a assinatura do documento.
"Estamos a dar o nosso passo decisivo ao assinar o pedido de adesão acelerada da Ucrânia à NATO", escreveu Volodymyr Zelensky.
"Confiamos uns nos outros, ajudamo-nos uns aos outros e protegemo-nos uns aos outros. Esta é a Aliança", acrescentou.
A mensagem foi divulgada depois de uma reunião do Conselho de Segurança Nacional da Ucrânia, realizada no dia em que a Rússia formalizou a anexação das regiões ucranianas de Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporijia.
"Hoje, a Ucrânia apresenta a sua candidatura 'de jure' [à NATO]", disse Zelensky, referindo que o pedido será feito através de um procedimento de emergência.
"Sabemos que é possível. Este ano, vimos a Finlândia e a Suécia começarem a aderir à Aliança sem um Plano de Acção para a Adesão", justificou.
Zelensky disse que a Ucrânia já está "de facto" a caminho de se tornar membro da Aliança Atlântica e demonstrou a sua compatibilidade com os padrões militares da NATO, tanto no campo de batalha como na interacção com os aliados.
"Há confiança mútua, ajudamo-nos mutuamente e protegemo-nos mutuamente. Esta é a aliança", disse.
A adesão terá de ser aprovada pelos 30 membros da NATO (sigla inglesa da Organização do Tratado do Atlântico Norte).
Recorde-se que a Rússia já apontou a ambição de alargamento da Aliança Atlântica como uma das razões para a invasão à Ucrânia, que teve início a 24 de Fevereiro deste ano.
Antes do início da guerra, Putin chegou mesmo a exigir que a Ucrânia assinasse garantias de que não iria aderir à organização.
No entanto, Kyiv e o Ocidente consideraram esse um pretexto para que a Federação russa levasse a cabo a invasão, que já estaria planeada. (RM /NMinuto)

Tags: ,

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram