Último Presidente sul-africano da era do Apartheid foi hoje cremado

Publicado: 21/11/2021, 20:04
Categoria:

O último Presidente branco da África do Sul, Frederik Willem de Klerk, que morreu a 11 de Novembro deste ano aos 85 anos, foi hoje cremado durante uma cerimónia fúnebre privada.

Seguindo os desejos da família, o funeral realizou-se hoje num ambiente reservado, segundo os media locais.
Presidente de África do Sul entre 1989 e 1994, Frederik de Klerk abriu a porta ao fim do regime segregacionista do "apartheid" no início de 1990, num contexto de grande pressão internacional e depois de mais de quatro décadas de opressão sobre a maioria "não branca!" do país.
Num discurso realizado em 02 de Fevereiro no parlamento sul-africano, Frederik de Klerk disse que era o país sair do "ciclo de violência" e caminhar "em direcção à paz e à reconciliação", aludindo que "a maioria silenciosa" ansiava por isso.
Nesse dia, Frederik de Klerk também anunciou a libertação de Nelson Mandela, que esteve preso 27 anos, sendo que a seguir foi eleito o primeiro Presidente negro da África do Sul.
Nelson Mandela e Frederik de Klerk "partilharam" o Prémio Nobel da Paz atribuído em 1993.
Num vídeo póstumo divulgado no dia da sua morte pela sua fundação, De Klerk pediu desculpas "sem reservas" pela dor causada pela repressão do regime do "apartheid".
De Klerk morreu no passado dia 11 com 85 anos vítima de cancro. (RM/ NMinuto)

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram