Zambézia: Julgamento do antigo director provincial de Educação por acusação de desvio de fundos

Publicado: 21/09/2020, 19:56
Categoria:

Prosseguiu, esta segunda-feira, o Julgamento do antigo director provincial de Educação e Cultura na Zambézia, Armindo Primeiro, acusado de desvio de cerca de três milhões de meticais, que se destinavam a reabilitação da casa de cultura do distrito de Chinde, no sul d província.

 

O julgamento, decorre desde sexta-feira.

Esta segunda-feira, foram ouvidos dois co-réus e declarantes do processo que decorre na quarta secção criminal do Tribunal Judicial Provincial na Zambézia.

Estão indiciados quatro funcionários do sector da educação na Zambézia, um dos quais o antigo Director Provincial da Educação e Desenvolvimento Humano, Armindo Primeiro.

Das declarações prestadas esta segunda-feira, indicam que a adjudicação das obras à empresa, agora em parte incerta, foi por ajuste directo e não pela via de concurso público, e que foi efectuado o pagamento a 100 por cento do valor, mesmo sem a apresentação de garantia por parte do empreiteiro.

Os co-réus e declarantes ouvidos esta segunda-feira explicaram que o pagamento foi executado por ordens do antigo provincial da Educação e Desenvolvimento Humano, Armindo Primeiro.

Após a recepção do valor na totalidade, o empreiteiro não executou nenhuma actividade, tendo sumido, sem deixar pistas.

O julgamento prossegue esta terça-feira. ( RM Zambézia)

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram